Ex-lutador Mike Tyson é solto após prisão relacionada a drogas

0
720

O ex-campeão mundial dos pesos pesados Mike Tyson foi detido na sexta-feira no Arizona, acusado de dirigir sob a ação de drogas e de portar cocaína, segundo a polícia.

Tyson foi preso em Scottsdale, nos arredores de Phoenix, depois que sua BMW preta quase colidiu com um carro de polícia, de acordo com documentos judiciais.

“Durante uma entrevista com Mike, ele admitiu ter usado (cocaína) hoje e declarou ser dependente e ter um problema”, disse o policial que o deteve, conforme os registros. “Mike admitiu possuir papelotes de cocaína e disse usar a qualquer momento em que consiga colocar as mãos nisso.”

O ex-pugilista foi liberado na manhã da sexta-feira, mas deve se apresentar regularmente a autoridades que monitorem o uso de álcool e drogas, até que compareça novamente ao tribunal, em 16 de janeiro, informou a porta-voz da Justiça, J.W. Brown.

“Ele não pode deixar o Estado do Arizona, não pode possuir armas ou drogas sem uma prescrição válida, não pode beber nada alcoólico, não pode dirigir sem uma carteira de motorista válida e deve continuar residindo na sua atual casa de Paradise Valley”, listou a porta-voz.

Tyson, hoje com 40 anos, tornou-se campeão mundial aos 21. Em 1997, foi banido do boxe por um ano e teve de pagar uma multa de 2,85 milhões de dólares por arrancar a mordidas parte da orelha de um adversário.

Larry Hall, sargento da unidade policial envolvida na prisão de Tyson, disse que ele foi “na verdade, bastante cooperativo, muito calmo, e simplesmente agiu como um completo cavalheiro”.

O ex-pugilista tem uma longa folha corrida. Foi condenado em 1992 por estuprar uma miss em um quarto de hotel em Indianápolis. Sentenciado a seis anos, foi solto após metade da pena, em 1995.

Ele abandonou os ringues em 2005, depois de perder para Kevin McBride, em Washington. O nova-iorquino Tyson acumulou na carreira 50 vitórias, sendo 44 por nocaute, e seis derrotas.