Exposição “Sensational Brazil”

0
1019

Evento traz peças feitas de material inusitado de Luciano Rabuske e ficam expostas por um mês em Fort Lauderdale

Joselina Reis

Luciano RabuskeO Brasil está na moda e, assim como ele, os artistas brasileiros. O gaúcho Luciano Rabuske foi convidado para criar a exposição “Sensational Brazil”, que ficará em exibição no Broward Public Library/Museum of African-American Research Library and Cultural Center (2650 Sistrunk Blvd, Fort Lauderdale, FL 33311) de 6 a 27 de junho. A abertura do evento, que acontece na sexta-feria (6) entre 6:30pm e 9:30pm, vai contar com uma festa com direito a samba, caipirinha e sorteio de pacote de viagem ao Rio de Janeiro.

A exposição terá quarenta peças do artista, que nasceu em Encantando (RS), cresceu em Santa Rosa (RS), mas escolheu Miami para viver. Como ele não gosta de definições, suas peças podem ser traduzidas apenas com ‘ecléticas’. “Meu trabalho não é colocado em nenhuma categoria. Tem de tudo um pouco”, explica.

Luciano RabuskeNão é à toa que o trabalho dele inclui peças com resultado de uma mistura multifacetada. O brasileiro vive há treze anos em Miami e vem estudando arte digital, escultura, fotografia, instalações e o uso de caixas de vidro. “A novidade é a impressão 3D. Eu também incluí em algumas peças neon, fibra ótica e caixas de luz”, conta ele, que também é escritor, com 13 livros publicados.

Essa é a quinta exibição do artista nos EUA. Outras cinco já foram feitas no Brasil. Rabuske revela que escolheu os EUA pela diversidade e pelo investimento na cultura. “Quando vim pela primeira vez eu já percebi que aqui eu poderia desenvolver minha arte. No Brasil, eu tinha medo de não ser aceito”, revela ele, que desenvolveu atividades totalmente fora de seu perfil, como trabalhar como bancário e vendedor de material elétrico antes de se dedicar à carreira artística.

Entre as peças em exibição estão objetos feitos de material encontrado nas praias de Miami. O artista quer chamar a atenção para o desperdício e o desrespeito ao meio ambiente. As peças foram coletadas ao longo de seis anos. “Cada peça conta a história de quem a deixou para trás”, explica o artista.

Mais sobre o artista e suas obras pelo website www.lucianorabuske.com.