Famílias preocupadas com violência nas escolas do sul da Flórida

0
503

Para quem duvidava do aumento da violência nas escolas no sul da Flórida, um fato ocorrido na Pines Lakes Elementary não deixa dúvidas de que algo precisa ser feito nesta região. Em novembro, um garoto de sete anos roubou um dólar de um amiguinho da 1st grade (o equivalente à primeira série primária no Brasil), ameaçando-o com uma faca. Também no mês passado, uma jovem de 15 anos foi assassinada por uma companheira de classe com um tiro nas costas, também em Broward.

“Temos que reforçar nossos valores e o código de conduta dos estudantes, assim como ensinamos matérias como aritmética e literatura”, disse Keith Bromery, do Distrito Escolar do condado. O incidente aconteceu no dia 26 de novembro, quando o menino de sete anos cercou o colega dentro do banheiro. A polícia ainda não chegou à conclusão se o caso merece algum tipo de condenação criminal, mas o garoto deve ser transferido para uma escola alternativa. Ele já está suspenso das aulas.

A diretora da escola, Patricia Yackel, tem enviado comunicados para os familiares dos alunos pedindo que os responsáveis verifiquem de forma sistemática as mochilas e os pertences das crianças e adolescentes, para que casos como os que aconteceram não se repitam. A maioria das escolas possui detectores de metais, mas isso não tem sido suficiente para conter a escalada deste tipo de violência. “Estou apreensiva, pois o último lugar que você pensa que pode acontecer algo deste tipo é numa escola. Deixo meu filho na porta da sala de aula todos os dias e agora fico preocupada de ele vai ficar bem”, disse a mãe de um estudante.