Felipe Massa diz que início do campeonato deverá definir futuro

0
514

Piloto brasileiro cobrado publicamente pelo diretor da Ferrari

Felipe Massa demonstrou nesta quinta-feira saber que precisa voltar a vencer imediatamente na Fórmula 1 se quiser permanecer na Ferrari depois do encerramento da temporada 2012. O brasileiro caiu de rendimento após sofrer um grave acidente na Hungria em 2009 e seu contrato com a equipe italiana se encerrará no final deste ano.

“A primeira parte da temporada é muito importante para o meu futuro”, disse Massa, nesta quinta-feira em Madonna di Campiglio, na Itália, onde a Ferrari realiza anualmente um encontro entre seus pilotos e membros da escuderia. “Equipes competitivas sempre decidem seus planos antes do tempo”.

A ultima vitória de Massa aconteceu no GP de Brasil da temporada de 2008, em que o brasileiro terminou o Mundial de Pilotos em segundo lugar. No ano seguinte, Massa perdeu a segunda metade da temporada por conta do acidente na Hungria, que lhe causou ferimentos no olho esquerdo. Nos dois últimos anos, o brasileiro terminou o campeonato apenas em sexto lugar.

A última temporada foi especialmente difícil para Massa, que não conseguiu subir ao pódio em nenhuma corrida. Além disso, ele também se envolveu em vários acidentes com Lewis Hamilton, da McLaren. “Eu quero um ano competitivo, sem tantas coisas acontecendo durante as corridas, coisas que não são boas”, disse Massa. “Gostaria de começar uma corrida e terminar onde eu quero e não mais para trás, com muitos menos pontos do que esperava”.

Massa está otimista para se recuperar neste ano, principalmente por conta do novo carro da Ferrari, que será apresentado em 3 de fevereiro. “Estamos trabalhando no carro novo há muitos meses, em cada momento”, disse. “Nós definitivamente teremos coisas positivas para dizer depois que o carro for para a pista”.

O brasileiro está confiante que a contratação de Hirohide Hamashima, que foi diretor de desenvolvimento dos pneus da Bridgestone, pode ajudá-lo a se adaptar melhor aos compostos, que foi um dos problemas enfrentados no ano passado. “Hamashima é um grande engenheiro e ele sabe tudo sobre os pneus, por isso deve ser positivo, em geral, para a equipe e para mim”, disse Massa. “Eu tenho um estilo menos agressivo de pilotagem e é mais difícil aquecer os pneus e obter aderência imediatamente, especialmente na primeira volta”.

Ainda assim, o companheiro de equipe Fernando Alonso é considerado o primeiro piloto da Ferrari. Além disso, o alemão Sebatian Vettel, da Red Bull, buscará o seu terceiro título mundial. Massa, porém, evita apontar um favorito. “Não tenho um favorito”, disse. “Eu quero ganhar”.