Felipe Nasr pode levar segunda estatal brasileira à Williams

0
593

A revista alemã Speed Week afirmou em reportagem nesta semana que o piloto Felipe Nasr está próximo de acertar contrato para ser o terceiro piloto da Williams nesta temporada. Nasr levaria para a equipe britânica um patrocínio do Banco do Brasil no valor de 10 milhões de euros (R$ 33 mi). Caso o negócio seja confirmado, será a segunda estatal brasileira a anunciar parceria com a escuderia.

Na última terça-feira (18), a Petrobras anunciou seu retorno à Fórmula 1 como fornecedora oficial de combustível para a Williams a partir da temporada 2015. O acordo, no entanto, já vale a partir deste ano para a exibição da logomarca da empresa de petróleo na lateral dos carros da equipe, que conta com Felipe Massa como piloto principal.

Felipe Nasr é patrocinado pelo Banco do Brasil desde 2012, quando começou a correr na GP2, categoria de acesso à Fórmula 1. O brasileiro disputou duas temporadas e conseguiu um quarto lugar na classificação geral do campeonato no ano passado.

A Williams já teve um patrocínio de estatal brasileira no passado. A Petrobras, que retorna este ano, forneceu combustível e estampou sua marca nos carros da equipe de Grove entre 1998 e 2008. O novo contrato com a petrolífera não teve os valores divulgados.
A Petrobras substitui uma outra estatal, a venezuelana PDVSA, que bancava o piloto Pastor Maldonado. A PDVSA levou o patrocínio para o Lotus, nova equipe de Maldonado nesta temporada.