Festival de cinema brasileiro volta a Miami

0
785

12ª edição da mostra acontece entre 30 de maio e 7 de junho

A maior mostra competitiva de filmes nacionais realizada fora do país já tem data marcada: o Festival de cinema Brasileiro de Miami chega à 12ª edição e trará para o sul da Flórida o melhor do cinema nacional, entre 30 de maio e 7 de junho.

O BRAFF (Brazilian Film Festival) é realizado pelo grupo Inffinito, que organiza ainda eventos em Buenos Aires, Madri, Milão, Roma, Nova York, Vancouver e Barcelona, além do Cine Fest Brasil-Canudos, na Bahia. Os ingressos para os filmes exibidos no Colony Theatre começam a ser vendidos no dia 1° de maio e poderão ser adquiridos online pelo site Ticketmaster.com.

O jornal AcheiUSA vai sortear ingressos para as sessões e os leitores serão avisados dos procedimentos para concorrer durante o mês de maio.

Veja abaixo a programação do festival:

30 de Maio
Cinema ao ar livre: Festa de abertura, com os vencedores do Prêmio de Melhor Filme eleito pelo público (Júri Popular) em 2007, Polaróides Urbanas (longa-metragem) e Galinha ao Molho Pardo (curta-metragem)
A partir de 7pm com a presença de DJ.
North Beach Bandshell
(7250 Collins Ave, Miami Beach)
Entrada gratuita

31 de Maio a 6 de Junho
Mostra Competitiva – Longas e Curtas
Sessões: sábado- 7pm, 9pm & 10:30pm; domingo a sexta- 7pm & 9:30pm
Colony Theatre – 1040 Lincoln Road, Miami Beach
Ingressos: $10

2 – 6 de Junho
Mostra Homenagem
Sessões diárias: 8pm
Wolfsonian Museum – 1001 Washington Ave, Miami Beach
Ingressos: $10

31 de Maio a 5 de Junho
Mostra Digital
Sessões diárias: 8:30pm
Miami Beach Cinematheque – 512 Espanola Way, Miami Beach
Ingressos: $10, $8 para Membros MBC

2 a 4 de Junho
MarketPlace
Workshops de 2pm-4pm
Surfcomber Hotel – 1717 Collins Ave, Miami Beach
Entrada gratuita

7 de Junho
Noite de Encerramento – Premiação
A partir de 8:30pm
Lincoln Theater – 541 Lincoln Road, Miami Beach
Ingressos: $30 para membros $40 para não-membros

Longas que participarão da mostra competitiva

5 Frações de uma quase história (Guilherme Fiúza, Cristiano Abud e outros),
A Via Láctea (Lina Chamie),
Ainda Orangotangos (Gustavo Spolidoro),
Corpo (Rossana Foglia e Rubens Rewald),
Falsa Loura (Carlos Reichenbach),
Mutum (Sandra Kogut),
Nossa Vida Não cabe num Opala (Reinaldo Pinheiro),
O Grão (Petrus Cariry),
Podecrer! (Arthur Fontes) e
Sem Controle (Cris D´Amato)

Filmes fora da competição

Vidas (Pedro Flores),
O Magnata (Johnny Araújo) e
O Mundo em duas Voltas (David Schurmann).