Fifa anuncia que Brasil vai sediar Copa de 2014

0
670

Candidatura única do país do futebol provocou fim do rodízio de continentes

Acabou a expectativa: o Brasil foi ratificado pela Fifa como a sede da Copa do Mundo de 2014. A escolha do Comitê Executivo da entidade, que tem sede em Zurique (Suíça), foi por unanimidade. Com isso, o país realizará um Mundial de futebol 64 anos após a Copa de 50.
O Brasil levou para a reunião da Fifa uma autêntica seleção de craques. Além do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, a comitiva tinha ainda o ministro dos Esportes, Orlando Silva, o escritor Paulo Coelho, o técnico da seleção, Dunga, e o jogador Romário. O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, também estava presente no auditório e vibrou com a decisão: “Teremos a oportunidade de mostrar que o Brasil é uma economia crescente, estável. Vocês verão no país jogadores espetaculares, coisas maravilhosas produzidas pela natureza, a capacidade que temos de construir bons estádios e, principalmente, o comportamento extraordinário do povo brasileiro”. Romário acrescentou que esta será “a maior Copa do Mundo de todos os tempos”.
Oficializada a escolha, o país se apressará para colocar em prática todos os pontos apresentados no projeto. Começa também a disputa para saber quais serão as 12 cidades que receberão os jogos. Cinco delas já estão praticamente garantidas: Rio, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Porto Alegre. As outras candidatas são Florianópolis, Curitiba, Goiânia, Campo Grande, Cuiabá, Salvador, Maceió, Recife/Olinda, Natal, Fortaleza, Belém, Manaus e Rio Branco. A lista final será divulgada em dezembro de 2008.
No entanto, a candidatura única do país do futebol para o maior evento deste esporte acabou provocando críticas de todos os lados, tanto que a entidade resolveu acabar com o rodízio de continentes para o torneio. A decisão foi anunciada pelo próprio presidente da Fifa, Joseph Blatter. “Eu fiquei triste pelo Brasil ser o único candidato de um continente É claro que o país tem uma importância muito grande no futebol e mostrou, segundo nossos inspetores, condições de realizar o Mundial. Mas estou satisfeito e valorizo a concorrência”, disse Blatter.
Ele revelou que já há seis candidatos para a Copa 2018: Inglaterra, México, China, Estados Unidos, Austrália e a dupla Bélgica/Holanda. “Essa é a essência do futebol: competição. E já conseguimos resgatar este espírito”, finalizou o presidente da Fifa, que aproveitou para anunciar a escolha da Alemanha como sede da Copa do Mundo feminina de 2011.