Filme brasileiro é exibido no Festival de Berlim

0
530

‘Garapa’, do diretor de ‘Tropa de elite’, divide opiniões

Um ano depois de ser consagrado com o Urso de Ouro por ‘Tropa de elite’, o diretor brasileiro José Padilha participa novamente do Festival Internacional de Cinema de Berlim. A temática do novo filme, ‘Garapa’, é totalmente diferente das histórias de suspense do capitão Nascimento e seus comandados: trata do dia-a-dia de três familias cearenses – duas do interior e uma de uma favela de Fortaleza – envolvidas no seu drama existencial e a preocupação com a falta crônica de alimentos.

O Cinestar, onde os filmes estão sendo exibidos, ficou lotado para a sessão, mas o público não vibrou ou esboçou qualquer reação nas quase duas horas de projeção. Padilha, porém, foi aplaudido ao exigir o mesmo tipo de engajamento mundial para o combate à fome que tem sido dado atualmente ao combate da crise econômica mundial. “A fome não é um fenômeno apenas brasileiro mas um problema grave mundial que ataca a Ásia, a África e a América do Sul. Enquanto vimos esse filme, em algum lugar do mundo morreu gente de fome. Novecentas milhões de pessoas sofrem de fome no mundo. Todo dia morrem 16 mil crianças de fome ou doenças resultantes da subnutrição”, destacou o diretor.