Finalmente, o frio

0
884

Temperatura no Sul da Flórida deve ficar em torno de 15º C até amanhã

Se em alguns estados do país (especialmente no nordeste e no meio-oeste dos EUA) as nevascas já vêm causando transtornos há alguns dias, só agora o sul da Flórida começa a sentir os efeitos do inverno que está para chegar: a temperatura nos condados de Miami-Dade e Broward atingiu 10 graus Celsius (50º F) na madrugada de segunda-feira e, segundo o National Weather Service, o frio deve continuar até amanhã, terça-feira, em torno dos 15 graus Celsius (59º F).
“Já era hora de tirar o casaco do armário”, disse o mineiro Marcos Jonas, que na manhã de segunda-feira tomava café numa padaria brasileira, com gorro e luvas. A queda de temperatura acontece logo após um fim de semana incomum para essa época do ano, em que os termômetros chegaram a bater nos 30 graus Celsius (84º F) no último sábado. A previsão para quarta em diante é que os moradores do sul da Flórida tenham dias agradáveis, com poucas chances de chuva e temperatura girando em torno 23 graus Celsius (75º F).
Para quem pensa que o inverno não castiga o ‘Sunshine State’, um recente estudo mostrou que pelo menos 160 pessoas morreram no estado em decorrência do frio, nos últimos 18 anos. Muitas mortes foram provocadas porque a maioria das casas não possui equipamento adequado e em bom estado (aquecedores). “A temperatura sempre agradável na Flórida faz com que muita gente não se prepare. Mas nunca é demais lembrar que mesmo Miami já registrou temperaturas próximas de zero no mês de dezembro”, ressaltou Jim Cornell, que organizou uma pesquisa sobre o clima na Flórida. Um dado interessante desse estudo mostrou que, em 1985, os termômetros da cidade de Pensacola (FL) atingiram -15 °C (5º F), destruindo naquele ano muitas das plantações de laranja e matando 12 pessoas na região.