Flórida inicia campanha contra a dengue

0
754

Autoridades querem prevenir proliferação do mosquito, especialmente em Key West

As autoridades da área de saúde de Key West lançaram uma campanha massiva para conscientizar a população a respeito dos perigos da dengue. A região foi afetada pela doença nos últimos dois anos, com mais de 90 casos, o que para os Estados Unidos é uma epidemia. Este foi o primeiro surto na Flórida desde 1934 e os especialistas querem evitar que o mosquito assuste os moradores e turistas neste verão.

A situação é considerada de extrema importância para Key West, pois o turismo representa a principal atividade das pequenas ilhas que compõem um dos locais mais bonitos da Flórida: no ano passado, com a informação de que 5% da população mostrou evidências de exposição ao vírus, muitos visitantes mudaram seus planos de viagem ao arquipélago da Flórida, prejudicando hotéis, restaurantes e outros negócios.

Sem mosquitos, sem dengue, afirmou Bob Eadie, do departamento de saúde do condado de Monroe, que aposta na educação do povo para evitar o problema este ano. Na campanha intitulada ‘Keys ABCD Action to Break the Cycle of Dengue’ (algo como ação para quebrar o ciclo da dengue), o governo quer envolver toda a sociedade civil no combate ao mosquito.

Como o acúmulo de água facilita a proliferação do inseto, as autoridades acreditam que somente o esforço coletivo pode surtir efeito. É possível controlar o mosquito, explica Duane Gubler, um dos maiores especialistas em doenças tropicais do mundo, que está em Key West para ajudar na campanha. Ele disse que a dengue é um problema crescente em vários países, mas pode ser eliminada facilmente. Por isso, oito inspetores de saúde foram contratados para vistoriar a ilha em busca do foco da doença.

A situação está sendo encarada com seriedade pelos moradores. Todos receberam vasto material informativo graças ao trabalho voluntário de estudantes, que bateram de porta em porta para explicar as medidas a serem tomadas. Até agora, o resultado é positive: não há casos registrados da doença este ano. Mas a temporada de calor e chuvas está apenas começando e todo cuidado é pouco, enfatizou Gubler, lembrando que a dengue pode matar.

SERVIÇO

COMO PREVENIR A PROLIFERAÇÃO DE MOSQUITOS:

– Evite deixar água parada em pneus, vasos de plantas e calhas;
– Utilizar cloro na água da piscina e tratar adequadamente para que não haja água suja e parada;
– Avisar a um agente público sobre áreas de riscos.

SINTOMAS DA DENGUE:

– Febre alta, dor nas costas, na cabeça e nos olhos, e em alguns casos escorrimento de sangue pela boca e nariz;
– No caso de dengue hemorrágica, o paciente infectado pode apresentar náusea, tontura, dificuldades para respirar, dor no abdômen e aparecimento de sangue nas fezes.