Flórida pode oferecer taxas mais baixas para filhos de indocumentados

0
664

Projeto de lei ainda tramita no legislativo estadual, mas em ano eleitoral tem grandes chances de passar

Se for aprovado, o projeto de lei do senador Jack Latvala vai proporcionar aos filhos indocumentados de imigrantes que tenham estudado por pelo menos três anos em escolas na Flórida acesso à educação superior com o mesmo preço pago por aqueles que nasceram no estado. Atualmente, quem mora na Flórida paga em média $6,300 em taxas e mensalidades por trinta créditos-hora em uma universidade pública, enquanto estudantes indocumentados pagam cerca de $29 mil.

O comitê responsável pelo estudo da proposta já deu parecer favorável e o governador Rick Scott também manifestou simpatia pelo projeto. Com isso, ativistas acreditam que as coisas podem mudar ainda este ano para os estudantes indocumentados.

Para muitos estudantes, ter o direito de pagar o mesmo preço dos outros alunos é o que faltava para que eles pudessem ter acesso à educação. Estudantes indocumentados que não conseguem pagar as altas taxas acabam sendo obrigados a fazer cursos técnicos ou se contentar com trabalhos que pagam muito pouco, segundo ativistas.

Os defensores dos direitos dos imigrantes acreditam que, por ser um ano eleitoral, o governador republicano Rick Scott não deve deixar a oportunidade passar. Em outros dezessete estados americanos, os imigrantes indocumentados já pagam as mesmas taxas que os alunos americanos.

Em recente pesquisa no estado da Flórida, constatou-se que 62% dos contribuintes que participaram da pesquisa aprovam o benefício aos estudantes indocumentados.