Florida suspende médico por causa de Viagra falso

0
825

O Dr. David M. Kenton declarou-se culpado por ter conspirado para cometer a fraude e foi condenado a três meses de prisão domiciliar. O Departamento de Saúde da Flórida vai também suspendê-lo pela condenação.

Kenton trabalhou durante 1 ano e meio sob o regime de meio período no Vitality Medical Center em Fort Lauderdale, que vendia pílulas falsas de Viagra chamadas de Soft Tabs, Instant Viagra e outros nomes. As pílulas continham o ingrediente ativo do Viagra.

Ele admitiu ter prescrito receitas para homens que ele nem mesmo examinava e sequer precisavam tomar o medicamento. A companhia usava as informações para convencer os homens a comprar as pílulas, que custavam US$190, além dos US$50 referentes ao exame médico. Além da prisão domiciliar, Kenton terá de devolver US$43,000 e cumprir um ano de liberdade vigiada.