Garoto brasileiro morre afogado em piscina

0
2232

Igor Miranda, de quatro anos, foi vítima de acidente na casa de amigos em Boca Raton

Vitor Miranda, mais conhecido como Vitinho, é um lutador brasileiro de kickboxer e MMA (mixed martial arts), que vive no sul da Flórida com a esposa Paula. Seria mais uma família feliz de brasileiros vivendo aqui se não tivesse ocorrido uma tragédia que abalou a família Miranda.

Igor, de quatro anos de idade e único filho do casal, estava nadando na piscina da casa do amigo Rob Cannova, em Boca Raton, no último dia 20 de junho, quando foi encontrado pela mãe quase afogado, boiando na piscina. Paula o retirou às pressas da água e o levou para a rua, onde gritou pedindo socorro. Jordan Rubin, um adolescente de 17 anos, fez ressuscitação cardiopulmonar na criança até que os paramédicos chegassem para levá-lo ao hospital.

Segundo os dados das autoridades, a Flórida lidera o país em número de afogamentos acidentais, que se constitui na principal causa de morte em crianças de um a quatro anos de idade, de acordo com a Secretaria Estadual da Saúde. E muitas das crianças que sobrevivem ao trauma inicial são hospitalizadas com graves danos cerebrais.

O menino ficou internado no West Boca Medical Center até o momento em que os médicos decretaram a morte cerebral da criança, no dia 24 de junho. No dia seguinte, com autorização dos pais, os médicos fizeram a retirada dos órgãos do garoto para ser entregues a pessoas que se encontram na fila de doação de órgãos. Depois deste ato sublime de amor e desprendimento, a família sepultou o corpo do pequeno Igor nesta quarta-feira.

Os companheiros de Vitinho e de Paula e a comunidade de MMA mostraram-se solidários com os pais e estão apoiando-os para que superem este momento difícil pelo qual estão passando. Se você também quiser ajudá-los, pode fazer uma contribuição na conta corrente de Vitor Miranda, no Brasil: Banco do Brasil, agência 0038-8, conta 20584-2.