Gasto de brasileiros no exterior cai ao menor nível desde 2010

0
1836

Além da alta no dólar, que influencia o cenário, há ainda alta da inflação e de tributos que vêm dimuindo ainda mais a renda dos brasileiros

DA REDAÇÃO (com G1) – Os gastos de brasileiros no exterior continuaram recuando em maio, quando somaram $1,41 bilhão, segundo informações divulgadas pelo Banco Central na segunda-feira (22) e veiculadas em reportagem do portal G1.

Trata-se do menor valor para meses de maio desde 2010, quando totalizaram $1,15 bilhão. A queda de despesas no exterior acontece em um ano no qual o dólar tem registrado alta. No mês passado, a moeda norte-americana subiu 5,78%, para R$ 3,18. Na parcial dos cinco primeiros meses de 2015, o dólar teve alta de quase 20%.

O dólar mais alto encarece as passagens e os hotéis cotados em moeda estrangeira, além dos produtos comprados fora do Brasil. A valorização da moeda norte-americana também encarece os gastos com cartões de crédito e débito no exterior – que, no Brasil, sofrem a incidência, ainda, do Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF) de 6,38%.

Ao mesmo tempo, outros fatores também têm diminuído a renda das famílias, como a alta da inflação e de tributos, como aqueles sobre gasolina, empréstimos, cosméticos e bebidas, por exemplo. O nível de endividamento das famílias está elevado neste ano. Em abril, o endividamento das famílias atingiu 46,3%, o maior percentual desde o início da pesquisa.

Nas despesas com viagens no exterior, houve uma reversão. Essa despesa vinha crescendo. “É um item muito sensível à taxa de câmbio. Acredito que isso esteja impactando nesse ano os fluxos. Claro que o menor nível de atividade econômica também contribui nesse sentido. Mas fundamentalmente o encarecimento do dólar se refletiu nessa conta nesse ano”, avaliou o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel.

Nos cinco primeiros meses deste ano, ainda segundo informações da autoridade monetária, as despesas de brasileiros no exterior somaram $8,29 bilhões. Com isso, registraram queda de 20,6% frente ao mesmo período do ano passado ($10,44 bilhões). De acordo com o Banco Central, os gastos de brasileiros no exterior são os menores, para o período de janeiro a maio de um ano, desde 2011 – quando somaram $5,72 bilhões.