Gol de falta de Daniel Alves coloca Brasil na final da Copa das Confederações

0
554

Zebra sul-africana ameaça mas Seleção Brasileira confirma favoritismo

Foi sofrido. A segunda “zebra” das semifinais da Copa das Confederações rondou o estádio Ellis Park nesta quinta-feira, mas foi afastada por Daniel Alves. Autor do gol brasileiro na vitória por 1 a 0 sobre a África do Sul, o lateral-direito ajudou a equipe a carimbar sua passagem à decisão da competição pela quarta vez na história. A dificuldade, contudo, foi grande. O gol saiu somente aos 42min da etapa final.

Daniel Alves entrou no lugar de André Santos aos 36min do segundo tempo para ser o nome do jogo seis minutos mais tarde. Com cobrança de falta perfeita, sua especialidade, foi o herói da classificação brasileira e o carrasco do conterrâneo Joel Santana, treinador dos sul-africanos.

Ao som de sua ensurdecedora torcida, os anfitriões venderam caro a derrota na primeira semifinal do país em um torneio Fifa. Batalharam com a mesma vontade do início ao fim pelo que seria um triunfo histórico. Foi o jogo mais duro para o Brasil na competição. No entanto, o time de Dunga fez valer o favoritismo. A equipe da casa, por sua vez, teve a valentia reconhecida e foi aplaudida após o apito final.

A decisão contra os Estados Unidos acontece novamente no Ellis Park, em Johanesburgo, às 2h30 da tarde do próximo domingo. No mesmo dia, às 10 horas da manhã, a África do Sul busca o terceiro lugar diante da Espanha em Rustenburgo. Os europeus foram vítimas da maior surpresa do torneio ao perderem para os norte-americanos na primeira semi.

Será a quarta decisão de Copa das Confederações do Brasil em seis edições. O retrospecto é positivo. Os pentacampeões levaram o título em 1997 e 2005. Só perderam a final em 1999.