Governo brasileiro irá mandar 500 jovens para estudar no exterior

0
538

O Ministério da Cultura lançou na quinta-feira (31) dois editais para cursos e eventos no exterior, com o objetivo de levar 500 jovens agentes culturais para estudar e participar, em outros países, de eventos das mais diversas áreas e cursos. As atividades serão desenvolvidas entre novembro deste ano e março de 2015.

Os editais abrangem áreas como música, artes cênicas, rádio, televisão e artesanato. Para ser selecionado, o jovem precisa ter alguma experiência na área em que está interessado.

As instituições de ensino que receberão os jovens brasileiros foram mapeadas pelo ministério e visitadas pela ministra da Cultura, Marta Suplicy.

O critério para aceitação do jovem vai depender das próprias universidades estrangeiras, que receberão uma carta do estudante interessado, com auxílio do Ministério da Cultura. Depois disso, o jovem receberá convite da instituição, mas ainda terá que ser aprovado por uma banca composta por representantes do Ministério da Educação, da Diretoria de Relações Internacionais e da Fundação Nacional das Artes (Funarte), entre outras instituições.

Segundo a ministra Marta Suplicy, após retornar ao país, os jovens selecionados terão de participar de cursos, oficinas e apresentações artísticas sobre o que incorporou no exterior para multiplicar o conhecimento que obteve nos intercâmbios. Há um contrato em que ele `o jovem` vai ter que fazer essa prestação depois que voltar, informou a ministra.

Os interessados em participar da iniciativa já podem se inscrever no site do Ministério da Cultura. As dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail intercambio.sec@cultura.gov.br.

O ministério espera a adesão de mais instituições dos cinco continentes ao programa até 2016. Segundo o ministério, a partir do ano que vem, o programa incluirá também estudantes brasileiros que façam cursos de graduação e pós-graduação no exterior nas áreas culturais.