Governo encomenda material para milhões de green cards e work permits

0
1893

Compra pode estar relacionada com ordem executiva imigratória prometida por Obama para depois das eleições do dia 4

DA REDAÇÃO COM AGÊNCIAS

Governo encomenda material para milhões de green cards e Work PermitsO Departamento de Segurança Nacional (Homeland Security Department) parece estar se preparando para um aumento no número de cartões de autorização de trabalho. O aumento seria consequência de possíveis medidas de legalização que viriam com uma ordem executiva do presidente Obama, prometida para depois das eleições de novembro, e que traria algum benefício para os milhões imigrantes sem documentos no país.

O departamento de imigração (USCIS) confimou à Associated Press que há um esboço de contrato com fornecedores para comprar os cartões necessários para a emissão de novas autorizações de trabalho e green cards. A minuta do contrato prevê o fornecimento de material suficiente para 5 milhões de cartões por ano, com até 9 milhões “durante o período inicial `…` para suprir uma possível necessidade advinda de uma futura reforma imigratória.” O contrato prevê cerca de 34 milhões de cartões em cinco anos.

O UCSIS emite cerca de 3 milhões de cartões de autorizações de trabalho e green cards por ano. Assim, o novo contrato prepararia o governo para um enventual aumento na emissão desses documentos.

O porta-voz do USCIS, Christopher Bentley, disse que a nova proposta de contrato é rotina.

“Solicitações dessa natureza são comuns”, disse Bentley, acrescentando que o número de aplicações imigratórias pode crescer “por uma série de razões.”

A nova proposta de contrato foi divulgada em primeira mão pelo site Breitbart.com.

Obama disse no começo do ano que agiria sozinho caso o Congresso falhasse na missão de passar uma legislação de reforma imigratória. Adiou por duas vezes as mudanças, a mais recente para depois das eleições de novembro.

O governo tem-se recusado sistematicamente a revelar o que Obama vem considerando para solucionar o problema. Acredita-se, entretanto, que ele deve expandir as proteções contra deportações já garantidas a mais de 500 mil jovens imigrantes que chegaram aos Estados Unidos ainda crianças. Pelo programa, conhecido como Deferred Action for Childhood Arrivals, muitos jovens imigrantes que estão na escola ou já se formaram, sem antecedentes criminais, podem ganhar imunidade contra a deportação durante por até dois anos. O programa também permite que recebam autorizações de trabalho.

O presidente não tem autoridade legal para decidir unilateralmente e outorgar aos imigrantes que estejam ilegalmente no país green cards ou qualquer outro tipo de status imigratório permanente. Mas funcionários do governo disseram que o presidente pode autorizar a proteção contra deportações caso a caso, como no programa DACA, e assim emitir autorizações de trabalho.

O diretor do USCIS, Leon Rodriguez, disse numa palestra na Universidade de Georgetown na terça-feira (22) que seu departamento estava pronto para quaisquer medidas imigratórias que Obama possa tomar. Mas recusou-se a dar detalhes.