Grêmio demite técnico Julinho Camargo

0
593

O empate contra o Atlético-MG, no Olímpico, em 2 a 2, na quarta-feira, fez a direção do Grêmio se reunir durante a madrugada. No encontro ficou definido que Julinho Camargo está demitido. Em seis jogos no comando do time tricolor, somente uma vitória foi conquistada. O substituto é Celso Roth.

O Grêmio esteve na frente em duas oportunidades na partida do Olímpico, mas acabou cedendo. Após o embate, o comandante disse não temer a dispensa. O clima é tenso no clube, tanto que a torcida tentou invadir os vestiários protestando novamente.

Para retomar o caminho das vitórias, Celso Roth foi contratado. A ideia é que o treinador consiga “sacudir” o vestiário a ponto de evitar o pior. Atualmente o Grêmio está um ponto na frente da zona do rebaixamento. O ex-técnico do Internacional teve sua última passagem pelo Grêmio entre 2008 e 2009, contratado exatamente por Paulo Pelaipe e Paulo Odone, que hoje comandam as ações do clube. Na ocasião, foi eliminado da Copa do Brasil e do Gauchão, mas foi vice-campeão brasileiro, e estava, no ano seguinte, classificado para as oitavas de final da Libertadores com a melhor campanha no geral da competição, porém, uma série de derrotas em Gre-Nal gerou sua saída.

Julinho Camargo encerra sua passagem pelo Grêmio com pouco mais de um mês no comando. Em seis jogos ele conquistou uma vitória, três empates e duas derrotas. O aproveitamento de 33% descontentou direção, atletas e torcedores e obrigou sua demissão.

Além de Julinho, a comissão técnica foi revista integralmente. A começar pela preparação física. Com muitas lesões no ano, a análise do departamento de futebol aponta para mudança. Paulo Paixão foi contratado para o lugar de Flávio de Oliveira.