Helinho tira segundo lugar na corrida, mas lidera o campeonato

0
1014

Prova em St. Petersburg foi marcada por acidentes, mas teve dois brasileiros no pódio

O jovem Graham Rahal foi quem recebeu a bandeira quadriculada na segunda etapa da Fórmula Indy, mas a comemoração também foi do piloto brasileiro Helio Castroneves, que com o segundo lugar obtido em St. Petersburg lidera o campeonato. A prova foi marcada por muitos acidentes e seis bandeiras amarelas (paralisação da corrida).

“Nada pode ser melhor do que isto”, resumiu o mais jovem vencedor da história da Indy, com 19 anos e 93 dias. Filho de um grande campeão da categoria, Graham já é visto como um fenômeno das pistas.

Mas Helinho não tem do que reclamar. “Tentei chegar na primeira posição, mas não consegui pegá-lo. Para o que fizemos, o segundo lugar está bom”, diz Castroneves. O brasileiro é o líder do campeonato, com 72 pontos. Atrás dele veio outro brasileiro, Tony Kanaan, da Andretti Green.

Outro brasileiro que conseguiu um bom resultado foi Enrique Bernoldi (Conquest), que terminou em quinto lugar. Mário Moraes (Dale Coyne) foi o 16.º. Vitor Meira (acidente) e Bruno Junqueira (quebra) não terminaram a prova. A próxima corrida será dividida: no dia 20 de abril, em Motegi (Japão) e Long Beach, na despedida oficial da Champ Car.