Hollywood Beach é paraíso elegante aberto para aos brasileiros

0
5888

Cidade não é a famosa Hollywood na Califórnia, mas o cenário é cinematográfico digno de filme

Miriam Andrade

Ainda sem nenhum tipo de comércio brasileiro, e muito poucos (pra não dizer raros) moradores from Brazil, a praia de Hollywood Beach, na Flórida, e uma espécie de movimentado paraíso elegante com areias brancas e água de mar azul-piscina, localizado entre Miami e Fort Lauderdale.

Misturados a milhares de turistas do mundo inteiro, os brasileiros, com suas características raciais tão variadas, passam muitas vezes despercebidos pela região, até mesmo pelos seus próprios conterrâneos, sendo, nesse caso, apenas identificados e reconhecidos por causa dos seus diferentes sotaques em português.

Cada vez mais presentes, ao longo das duas milhas e meia do movimentado calçadão, mais conhecido como boardwalk, os brasileiros vêm aqui para visitar, passear, e, porque não dizer, dar um tempo das coisas do Brasil.

Caso contrário, ou se a saudade apertar, só irão encontrar por aqui uma versão americanizada do nosso drink mais popular, em apenas um estabelecimento.  Anunciada com destaque, em sua lista de coquetéis mais cobiçados, a “Caipirinha do Leblon” do restaurante em estilo tiki bar Ocean Alley (on Indiana Street e esquina com a boardwalk), é, com com certeza, uma única e exótica atração do Brasil para turistas de todo o mundo em toda a praia de Hollywood.

“Feita com cachaça 100%   brasileira”,  afirmou o bartender Gary Murphy, exibindo com orgulho a moderna garrafa de aguardente. Ele explicou que entre segunda e sexta-feira, a caipirinha é o coquetel mais requisitado durante o ‘two for one’ de seu happy hour. “Do you like caipirinhas?”, questionei ao americano mixologista. “Yes and no”, respondeu ele, sorrindo.  

Gary acrescentou  que este drink, à base de limão amassado com açúcar de cana, gelo e bebida alcoólica, pode ser preparado também com run ou vodka, e fica mais “light” assim, ensinou.

Para a vendedora da loja de roupas de praia e souveniers Ocean Wave, Maria Sales, a Hollywood boardwalk “não seria a mesma sem a alegria e a sensualidade do Brazillian tourist”. “Eles têm sido os nossos melhores fregueses”, contou Maria, acrescentando que “infelizmente não vendemos aqui nenhum biquíni de praia brasileiro, real small and sexy”, reclamou ela, afirmando que a procura pelo produto é enorme, mas só se encontram os tradicionais biquínis americanos.

O carpinteiro e santista Luciano Silva Santos, de 57 anos, disse que não conhece nenhum conterrâneo na área. “Moro em Hollywood Beach há mais de dez anos e vivo na América há mais de 23 anos. Aqui tem turista brasileiro, mas não tem morador brasileiro, por causa do problema de estacionamento, por falta de lojas brasileiras, uma coisa leva a outra, e vice versa”, desconversou Luciano.
O casal de moradores from NY,  Billy e Lisa Eberhardt, que vive em Hollywood Beach por 25 anos, contou que eles sentem falta de festivais de comidas típicas e músicas brasileiras, como o da cantora Daniela Mercury, que já não acontecem na cidade há pelo menos cinco anos.

“Brazillians are such a happy and sexy people”, elogiou o web designer Jeff Hunt, de 36 anos, reclamando da falta de brasileiros atualmente vivendo na praia de Hollywood. “They came, but they go”, reclamou o gringo, em desapontamento.

Encantando visitantes de todo o mundo desde 1920, Hollywood Beach foi premiada pela Travel Leisure Magazine por ter uma das melhores boardwalks entre as praias americanas, por suas construções charmosas em estilo art deco, pelo “one of a kind” cenário oceânico, e atmosfera stress free. Com suas incontáveis eateries, cafés, bares, lojas, hotéis e restaurantes representantes de várias culturas, este destino imperdível oferece acesso fácil ao oceano de águas cristalinas.

“Por favor, mandem-nos mais turistas brasileiros”, convidou a diretora de operações do Hollywood Beach Garage, Carolyn Spence Angel, explicando sobre a criação de mais de 1700 vagas de estacionamento público que serão criadas em breve. O investimento de mais de meio milhão de dólares foi feito para proporcionar conforto não só para os turistas, mas também para portadores de necessidades especiais. E o investimento ajuda também na preservação das tartarugas marinhas, usando iluminação de LED, por serem enviromentaly friend ligths.

Devido à recente e cada vez maior invasão de turistas brasileiros a praia de Hollywood Beach, o garçom italiano Luigi Malito, de 35 anos,  já adicionou as palavras ‘obrigada’ e ‘volte sempre’ (em português), ao seu vocabulário de hospitalidade, que antes era resumido ao inglês, espanhol e francês canadense. “Sejam bem-vindos os brasileiros”, convidou entusiasmado o garçom.

Comércio local abre as portas para os brasileiros

Ao longo da boardwalk (calçadão), o turista vai encontrar as mais variadas atrações. Além de restaurantes, bares, lojas, a praia de Hollywood, que tem o certificado Blue Wave de mar limpo (e um excelente serviço de salva vidas).

Um jeito nostálgico de se chegar e conhecer este paraíso, sem se preocupar com estacionamento (cujas vagas variam entre $5 e até $18 dólares por dia) e fazer uma viagem de trolley, que funciona de quarta-feira a domingo, das 10am às 10pm, partindo do centro da cidade.

Charmoso e fazendo paradas em pontos estratégicos, cuja passagem para o dia inteiro custa três dólares, o serviço de trolley, por si só, já e um passeio inesquecível.

Aviso importante aos navegantes: O uso de bebidas alcoólicas é permitido, contanto que em copos descartáveis devidamente cobertos, caso contrário o infrator será advertido e multado pela sempre presente polícia pública. Somente cachorros de serviço, especificamente licenciados, são bem-vindos no calçadão.

A melhor maneira de se garantir uma visita sem preocupações à praia com a boardwalk mais premiada da América é optar pelo serviço de ônibus público, que tem intervalos de meia em meia hora.

De olho nos dólares dos brasileiros, os comerciantes de Hollywood Beach abriram as portas. Na movimentada loja de conveniência Georges Market, ‘Brazilians are wellcome to watch soccer games”, convidou o dono, Anamed Bagi.

O garçom mexicano do restaurante Ocean Alley, Juan Gomez, diz que já sabe muitas gírias em português e adora as “gatinhas”.

No Mexican Grill Mamacita’s from Chicago, o hit “Assim você me mata” está entre os sucessos mais requisitados pelos clientes durante os shows de música so vivo. Com todo esse tratamento de primeiro mundo, o negócio é preparar as câmeras. Afinal, isso aqui não é Hollywood Califórnia, mas o cenário é de filme. (MA)