Homem morre em acidente com Lamborghini no Walt Disney World

0
1302

Jovem perdeu controle de carro e provocou morte de passageiro em atração que permite test drive de superesportivos

DA REDAÇÃO (com G1 e Orlando Sentinel) – Um homem de 36 anos morreu no domingo (12) em um acidente em autódromo localizado dentro do complexo Walt Disney World, em Orlando. Na atração em que aconteceu o desastre, visitantes podem dirigir ou dar voltas como carona em carros superesportivos.

A polícia local afirmou que Tavon Watson, de 24 anos, perdeu o controle do veículo, matando o passageiro Gary Terry, 36, durante test drive de uma Lamborghini no Exotic Driving Experience.

O lado direito do carro bateu no guardrail e Terry morreu no local, enquanto Watson foi levado ao hospital com ferimentos leves, tratado e liberado.

O Exotic Driving Experience permite que pessoas com mais de 18 anos e habilitadas dirijam modelos esportivos como Lamborghinis, Ferraris e Porsches no autódromo Walt Disney World Speedway. O site da atração informa que os ocupantes recebem capacetes.

De acordo com o site da atração, o Lamborghini disponível nessa atração é um Gallardo LP570-4 Superleggera, equipado com motor de 570 cavalos, que acelera de 0 a 100 km/h em 3,4 segundos.

Os pacotes para experimentar o carro custam de $389 (por 6 voltas na pista) a $609 (10 voltas). Há ainda uma taxa de $39, que isenta o visitante de arcar com danos do carro em caso de “possível incidente”.

A atração é conduzida pelo grupo Richard Petty, que oferece serviço semelhante em outras 8 pistas nos EUA. Na noite deste domingo, a Petty Holdings divulgou um comunicado em que lamenta o “trágico acidente em Orlando”.

Um porta-voz da Disney disse ao jornal Orlando Sentinel que o parque “lamenta profundamente” a morte ocorrida na atração e “sente muito” por todos os envolvidos no acidente.