Imigração extraviou mais de 110 mil arquivos nos últimos anos

0
596

Pelo menos 14 agências do país aprovaram pedidos de legalização sem os devidos documetnos, que foram extraviados

O USCIS – U.S. Citizenship and Immigration Services – registrou o extravio de pelo menos 110 mil arquivos, em 14 das mais movimentadas agências do país. Pelo menos 30 mil processos de cidadania foram aprovados sem os devidos documentos, segundo revelaram autoridades de investigação a serviço do Congresso norte-americano.
Segundo a investigação, foram concedidas cidadanias, em 2002, a pessoas que não tiveram seus dados primordiais avaliados. Um dos novos cidadãos teria, inclusive, ligações com o grupo islâmico terrorista Hezbollah.
O GAO – Government Accountability Office – concluiu a investigação em outubro, mas somente na quarta-feira, dia 27, o resultado foi liberado pelo Senado. A agência de Imigração e Naturalização, que detém verba de $ 1,8 bilhão para seu funcionamento, administra cerca de 7,5 milhões de processos imigratórios por ano, mas tem um processo deficiente de arquivamento de processos. Em agosto deste ano a agência conseguiu uma verba extra de $150 milhões de dólares para iniciar o processo de digitalização dos mais de 55 milhões de “alien files” (arquivos de estrangeiros) existentes atualmente.