Imigrantes indocumentados pressionam pela carteira de motorista em New Jersey

0
1555

Foto: Charles/Fox
Alejandra Medina (c) chora durante reunião na St. Joseph’s Pro-Cathedral

Mais de duzentos imigrantes indocumentados fizeram um protesto na segunda-feira (21), à noite, na igreja Saint Joseph Pro-Cathedral, em Camden (NJ), exigindo a aprovação da lei estadual que liberaria a emissão de carteiras de motorista para quem não pode comprovar status imigratório. O encontro foi organizado pelo grupo Camden Churches Organized for People.

A lei, apresentada este ano pelos democratas de New Jersey, permitiria que os imigrantes indocumentados que morem no estado pudessem requerer ‘um permissão de direção’. A permissão (que é um cartão e não uma carteira de motorista) teria o prazo de validade de quatro anos.

Os ativistas e legisladores favoráveis ao projeto de lei afirmam que a ‘permissão de dirigir’ iria eliminar o medo que os indocumentados têm de ir para o trabalho, escola e fazer compras. Além disso, poderia melhorar a economia, já que os moradores poderiam ir até lugares mais afastados e comprar seguro para os carros. Do outro, os opositores garantem que a lei poderia ser vista como um prêmio para quem vive ilegalmente no país.

Em 2012, de acordo com pesquisa da American Community Survey, o estado de New Jersey tinha aproximadamente 909 mil moradores. Atualmente, em New Jersey o sistema de identificação para requerer a carteira de motorista inclui seis dados conhecidos como “6 Point ID Verification”. O sistema foi implantado depois dos ataques de 11 de setembro de 2001. Pela regra, uma identificação completa inclui número do seguro social, passaporte ou identificação de asilo entre outros.

Se o projeto de lei for aprovado, os moradores da cidade que quiserem requerer a permissão de direção’ vão ter que mostrar contrato de aluguel.