Indocumentado resgata menina em New Mexico

0
691

Mexicano pensou nas filhas e saiu em perseguição ao sequestrador pelas ruas da cidade de Albuquerque

Foi um impulso, pensei em minhas filhas e, se fossem elas, isto é o que faria, declarou Antonio Díaz Chacón, o indocumentado que resgatou uma menina que estava sendo sequestrada após perseguir por mais de 20 minutos o sequestrador que terminou preso.

O fato com final feliz ocorreu nesta segunda-feira às cinco da tarde em um bairro de Albuquerque. E Díaz Chacón, um mexicano de 24 anos que chegou aos Estados Unidos há quatro anos e não possui os papéis em ordem fez o papel de herói. Ele ouviu os gritos de socorro, partiu em perseguição e aproveitou que o carro do sequestrador teve problema. O homem saiu correndo e eu tirei a menina da van e a levei para seus pais. Ele fugiu por um terreno baldio e a polícia o agarrou, contou Chacón.

A esposa de Díaz Chacón, Martha, havia chamado o 911 depois do marido sair na captura do sequestrador, identificado como Phillip García, de 29 anos. O herói chegou aos EUA procedente da cidade de Chihuahua, no México.

Ele vive em Albuquerque com sua esposa e duas filhas, a maior de sete anos e a menor de cinco meses. Trabalha como mecânico em uma oficina e sua esposa é caixa em uma agência do banco Wells Fargo. Não tenho o que reclamar de minha vida, graças a Deus. O único problema é que não podemos entrar com os papéis de imigração por questões econômicas, pois precisamos de um advogado porque entrei sem permissão no país’, disse Díaz Chacón.

O Departamento de Polícia de Albuquerque está preparando um ato em honra a Antonio Diaz Chacón. Ele fez um trabalho incrível, estou segura que a família está muito agradecida, disse a policial Trish Hoffman.
Perguntada sobre alguma premiação, Trish Hoffman respondeu: Estamos pensando nisto.