Juízas vão para a cadeia

0
768

Uma juíza do condado de Broward, sul da Flórida, foi presa por suspeita de dirigir embriagada após colidir com um carro da polícia no estacionamento do tribunal, quando chegava ao trabalho. A juíza Lynn Rosenthal também é acusada de bater no portão do estacionamento dos juízes com seu BMW e em uma barra de concreto.

Policiais que estavam de serviço no tribunal deram voz de prisão a Rosenthal, onde ela foi devidamente fotografada para os arquivos criminais, como um preso qualquer. Tendo em vista sua condição de juíza, sua foto não foi divulgada. Mas ela foi presa e pagou 1.500 dólares para responder ao processo em liberdade.

Embora parecesse bêbada, ela disse em seu depoimento que fez uso do medicamento Ambien na noite anterior. Mas isso não a livrou da acusação de dirigir sob a influência do álcool (DIU) e de causar danos materiais, de acordo com o boletim de ocorrência.

Rosenthal é a terceira juíza de Broward presa por DUI nos últimos seis meses. Em novembro de 2013, a juíza Cynthia Imperato, de 57 anos, foi presa em Boca Raton. Em primeiro de maio, foi a vez da juíza Gisele Pollack. As duas se envolveram em acidentes e estavam com o nível de álcool no sangue acima do limite permitido.