Justiça brasileira autoriza Dirceu a cumprir pena em casa

0
570

Justiça brasileira autoriza Dirceu a cumprir pena em casaCondenado a 7 anos e 11 meses de cadeia por envolvimento no caso do mensalão, o ex-ministro do governo Lula, José Dirceu recebeu, na terça-feira (4), autorização da Justiça brasileira para cumprir o restante da pena em casa. Ao todo, Dirceu cumpriu 11 meses e 20 dias da sentença no Complexo Penitenciário da Papuda, nos arredores de Brasília.

O político, condenado por corrupção ativa, foi beneficiado pela chamada progressão de regime, que acontece quando o preso cumpre um sexto de sua pena. A princípio, Dirceu poderia deixar o regime semiaberto de prisão somente em março de 2015, mas como trabalhou e estudou no período em que ficou preso, abateu 142 dias de sua pena, o que antecipou a ida ao regime aberto.

A partir de agora, Dirceu ficará sob observação da Justiça, tendo de se apresentar periodicamente ao juiz responsável pela execução da pena. Fora da cadeia, terá de estar dentro de casa entre 9 PM e 5 AM, não podendo frequentar bares, portar armas ou entorpecentes e nem se encontrar com outros condenados da Justiça, sejam eles do processo do mensalão ou não.

Outros beneficiados
Em prisão domiciliar, o ex-ministro será o quinto beneficiado com a progressão de regime. Atualmente também cumprem o restante da pena em casa o ex-presidente do PT José Genoino, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, o ex-tesoureiro do PL (atual PR) Jacinto Lamas, e o ex-deputado do mesmo partido Bispo Rodrigues. Nos próximos dias, também devem ser autorizados a cumprir o restante da pena em casa o ex-presidente da Câmara João Paulo Cunha (PT-SP) e o ex-presidente do PR Valdemar Costa Neto.