Lula dá posse ao novo Conselho de Representantes Brasileiros no Exterior

0
805

Carlos Shinoda, que vive no Japão, é escolhido o presidente do CRBE em evento no Rio de Janeiro

No ponto alto da III Conferência Brasileiros no Mundo, realizada nos dias 2 e 3 de dezembro no Palácio do Itamaraty do Rio de Janeiro, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, empossou os 16 integrantes do Conselho de Representantes Brasileiros no Exterior. Organizado pelo Ministério das Relações Exteriores, o evento recebeu mais de 200 emigrantes que vivem espalhados em todos os cantos do mundo. A comitiva da comunidade brasileira dos Estados Unidos foi, mais uma vez, a maior do encontro.

A Conferência foi coordenada pelo embaixador Eduardo Gradilone, subsecretário-geral das Comunidades Brasileiras no Exterior. Na ocasião, os integrantes do CRBE apontaram Carlos Shinoda como o presidente do Conselho, que tem ainda como membros titulares os seguintes nomes: Marilene Sguarizi (Paraguai), Romildo Antônio de Souza (Paraguai), José Paulo Ribeiro (Suriname), Ari Sordi (Paraguai).
Fausto Mendes da Rocha (EUA), Silair de Almeida (EUA), Ester Sanchez-Naek (EUA), Ronney Roger Molinari Oliveira (EUA), Laércio Ribeiro da Silva (Reino Unido), Mônica da Cunha Cruz Pereira (Bélgica), Carlos Mellinger (Reino Unido), Flávio Carvalho (Espanha), Siham Hussein Harati (Líbano), Ângelo Akimitsu Ishi (Japão) e Newton Takahiro Sonoki (Japão).
Antes da posse, o primeiro dia de debates foi dividido em três grupos temáticos. A pauta incluiu assuntos como serviço e assistência consular, assistência social, direitos humanos, saúde, políticas para as comunidades brasileiras no Exterior, Previdência Social, educação e cultura. No segundo dia houve a sessão solene e o presidente Lula falou de improviso, se referindo diretamente aos emigrantes (veja abaixo).

Em seguida, os debates prosseguiram com análises dos problemas de cada região ” Américas do Sul e Central, América do Norte e Caribe, Europa e Ásia, África, Oriente Médio e Oceania. O MRE vai, em breve, divulgar no site www.brasileirosnomundo.mre.gov.br a ata do encontro, para conhecimento geral, especialmente daqueles que não puderam comparecer ao Rio de Janeiro.

‘O Brasil merece tratar os nossos compatriotas que moram no Exterior de forma mais humana’

Leia aqui os principais trechos do discurso de Lula na Conferência, no Palácio Itamaraty

“É com grande satisfação que participo desta terceira edição da Conferência ‘Brasileiros no Mundo’, um evento que para mim tem um simbolismo muito grande, porque convivi com muitos de vocês quando eu não era presidente, quando era oposição, ou quando era dirigente sindical”

“Nós, hoje, temos alguns milhões de brasileiros morando no exterior. E nós, hoje, podemos dizer, com muito orgulho, que o Brasil oferece hoje mais oportunidades do que alguns países que nós consideramos países ricos, países de Primeiro Mundo. E, certamente, haverá espaço, nas mais diferentes áreas, para que os brasileiros possam voltar, inclusive no mundo, eu diria, da pesquisa, no mundo da ciência, tem muita gente voltando para o Brasil. E eu acho que esse será um caminho que não tem mais retorno. Obviamente que ficarão lá fora as pessoas que constituíram família, que queiram ficar lá fora, ou que tenham alguma coisa muito vantajosa para ficar lá fora”

“Eu sei que ainda vou viajar o mundo, eu sei que ainda vou encontrar muitos de vocês, mas eu queria dizer para vocês: Eu sonho que não está longe o dia em que só estará no exterior o brasileiro que quiser estar no exterior. Ou porque ele foi trabalhar, ou porque ele foi convencido pelo salário, ou porque ele foi estudar, ou porque ele foi jogador de bola, qualquer coisa. Mas ele não estará mais fora fugindo daquele tempo tenebroso em que nós passamos 20 anos sem gerar emprego em lugar nenhum deste país. Muitos de vocês foram embora para poder adquirir o direito de comer outra vez, e nós queremos dizer para vocês: este país está pronto para garantir o direito de comer a todos os brasileiros, aqui dentro do Brasil”

“O Brasil é o país de maior otimismo na América Latina. Olha só a cara do Presidente, para você ver o que é otimismo. Este país que, depois de eleger um metalúrgico, elegeu uma mulher presidenta da República. Este país merece tratar os nossos compatriotas que moram no exterior de forma mais humana, de forma mais civilizada”

“Nós cumprimos tudo o que nós nos prometemos. Vocês estão lembrados que eu fiz uma carta, uma carta aos brasileiros que moravam no exterior, em 2002? Portanto, o compromisso não é de agora não. E nós cumprimos tudo”

“Mas se a economia brasileira continuar a crescer no ritmo que está crescendo, eu penso que não faltará lugar para que os milhões de brasileiros que estejam fora comecem a regressar para o nosso país e aqui prestarem o trabalho que estão prestando lá fora, quem sabe de forma muito mais prazerosa”

“E, portanto, é esse Brasil que vai ter, daqui a quatro anos, a Copa do Mundo. É esse Brasil que daqui a seis anos vai ter as Olimpíadas. Coisas que a gente jamais imaginava que fossem voltar para o Brasil, porque o pessimismo aqui era tão grande”

“Eu estou certo de que o Brasil tem pela frente alguns anos excepcionais. O que está acontecendo neste país é uma coisa que eu sonhei muito tempo, e que muitos vocês sonharam. Este país não pode mais ser governado para 30% da população”

“Eu ia dar posse ao Conselho, mas vocês já tomaram posse, já foram apresentados. Então, considerem-se empossados, vocês não vão ganhar nada, apenas mais responsabilidade e mais prazer de servir o Brasil lá fora. Um beijo no coração, um grande abraço e até outro dia”.

Lula e AcheiUSA
Da esquerda para direita Lula com a diretora do jornal, Esterliz Mayer Nunes, autografando um exemplar, posando para a foto oficial e para nossa reportagem.