Lula se diz decepcionado com reunião sobre o clima

0
555

Presidente culpa países da União Europeia por insucesso de encontro em Copenhague

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva responsabilizou os países europeus pela falta de um acordo com metas mais ousadas na cúpula do clima. Para Lula, a União Europeia se escondeu atrás de uma possível proposta norte-americana para que o protocolo de Kyoto não fosse cumprido. A 15ª Conferência da Mudança do Clima da ONU (COP-15) aconteceu em Copenhague, na Dinamarca.

“Não havia a possibilidade de acordo porque os europeus estavam querendo se utilizar dos Estados Unidos, que não são signatários do protocolo de Kyoto, para descumprir o acordo. As pessoas estavam reféns da posição americana que o Congresso ainda não tinha aprovado”, afirmou Lula, admitindo que pensou em abandonar a conferência. Apesar das críticas, o brasileiro admitiu que o quase-acordo foi o melhor resultado possível e espera avanços significativos para a conferência no México, marcada para 2010.

A maior crítica de Lula foi em relação à proposta de financiamento contra o aquecimento global oferecida pelos países ricos, no valor de 10 bilhões de dólares até 2020. O objetivo do encontro na Dinamarca era fechar um acordo para suceder o Protocolo de Kyoto, que foi assinado em 1997 e regula as emissões de gases do efeito estufa para 37 países industrializados, e cuja primeira parte expira em 2012, mas isso não foi alcançado.