Maior rivalidade do futebol é posta à prova

0
582

Brasil e Argentina acertam a realização de dois amistosos por ano e se enfrentam em novembro, em Doha, no Qatar

A maior rivalidade no mundo da bola ficará ainda mais acirrada depois que os dirigentes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e da Associação do Futebol Argentino (AFA) acertaram que as duas seleções farão dois amistosos por ano, com jogadores que atuam nos torneios nacionais. O convênio começará a ser colocado em prática no ano que vem, com os jogos sendo realizados alternadamente nos dois países. Antes disso, porém, Brasil e Argentina se enfrentam no dia 17 de novembro, em Doha, no Qatar.

O técnico brasileiro, Mano Menezes, gostou da notícia. “A qualidade dos argentinos é inquestionável, e por isso podemos dizer que trata-se de uma partida muito bem colocada para ser a última do ano”, disse o treinador. Ele acredita que, em novembro, já terá uma melhor avaliação quanto aos seus comandados, mas fez questão de elogiar o grupo de sua primeira convocação – que no dia 10 de julho bateu os Estados Unidos no estádio New Meadowlands, em New Jersey, por 2 a 0, com gols de Neymar e Alexandre Pato.

A comissão técnica da Seleção elaborou uma segunda lista de convocados, apenas com jogadores que atuam no exterior. A CBF, porém, preferiu não organizar qualquer amistoso e o período de uma semana será usado apenas para treinamentos físicos e táticos na cidade de Barcelona (Espanha). “O objetivo é conhecer melhor os atletas que jogam na Europa”, justificou Mano.