Maior terremoto em 30 anos pode ter matado 30 mil

0
471

Só numa cidade da China, milhares de pessoas ficaram dias soterradas, pois resgate foi precário

O número de vítimas fatais no terremoto mais devastador a atingir a China em três décadas pode ser pelo menos duas vezes maior do que as autoridades anunciaram logo após a tragédia. De acordo com os meios de comunicação oficiais do país, quase 19 mil pessoas ainda encontravam-se sob os escombros na última quarta-feira, em apenas uma cidade chinesa, na Província de Sichuan. Além disso, tempestades prejudicaram os primeiros esforços de resgate na região montanhosa onde aconteceu o epicentro do fenômeno.

O tremor de segunda-feira, de magnitude 7,9 na escala Richter, atingiu milhares de casas e cerca de 100 mil habitantes daquela localidade precisam de algum tipo de ajuda. As equipes de assistência que chegaram ao local, formadas por 1,3 mil soldados e membros de equipes médicas, acreditam que número de mortos pode chegar a 30 mil. Em Yingxiu, uma cidade com 12 mil moradores, apenas dois mil foram encontrados com vida. “Eles podiam ouvir as pessoas debaixo dos destroços pedindo ajuda, mas ninguém conseguia ajudá-las porque não havia equipamentos próprios para o resgate” , disse uma autoridade local.

Outros 19 mil chineses ficaram também soterrados sob destroços na cidade de Mianyang, vizinha a Wenchuan, disse a agência chinesa de notícias Xinhua, sugerindo que a cifra de mortos deve elevar-se muito ainda. Milhares teriam sido atingidos pelo desmoronamento de fábricas, escolas e outros prédios em outros pontos da área.

Em Shifang, duas fábricas de químicos desmoronaram e cerca de 80 toneladas de material corrosivo vazaram. Os vários reservatórios de água encontravam-se em uma situação muito perigosa e as represas podem estourar. Outra preocupação das autoridades chinesas é com a proximidade da abertura dos Jogos Olímpicos: apesar da região atingida pelo sismo ficar a uma distância enorme de Pequim, a sede das Olimpíadas, há o temor de que muitos turistas cancelem os planos de comparecer à abertura do maior evento esportivo do mundo, no dia 8 de agosto de 2008.