Maioria dos americanos vê invasão do Iraque como um erro

0
372

Pesquisa realizada pelo instituto Gallup apontou que 56% discordam da guerra

Uma enquete publicada em um periódico nos Estados Unidos nesta terça-feira, 27, apontou que 56% dos americanos acham que a invasão do Iraque, em 2003, foi um erro e a maioria acredita que o envio de mais tropas ao país árabe não mudará muito a situação, ou poderá até piorá-la.

A pesquisa, realizada na semana passada, com 1.007 pessoas, pelo instituto Gallup, para o jornal USA Today, registrou que o índice de aprovação da gestão do presidente George W. Bush passou de 43% em agosto para 34%.

Há quatro anos, quando os Estados Unidos invadiram o Iraque, uma enquete similar mostrou que apenas 23% dos entrevistados se opunham à guerra.

Sessenta e um por cento dos indagados se opõem agora a que o Congresso negue fundos para o envio de mais soldados ao Iraque, mas 60% apóiam a idéia de que sejam fixados datas e prazos para a retirada das tropas americanas no período de um ano e meio.

Quanto à política nacional e às eleições presidenciais de novembro de 2008, a pesquisa registrou uma pequena variação nas posições a respeito dos diferentes aspirantes a candidaturas.

Em fevereiro, 40% dos possíveis eleitores democratas ou independentes apoiavam a postulação da senadora Hillary Clinton como candidata presidencial do Partido Democrata, respaldo que caiu para 35%.

Por outro lado, o apoio ao senador Barack Obama subiu levemente nesse período, de 21 para 22%.

Entre os possíveis candidatos presidenciais do Partido Republicano, o ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani perdeu apoio entre os possíveis eleitores republicanos ou independentes, e seu índice passou de excelentes 40% em fevereiro para 31% agora.