Maioria dos eleitores é contra as carteiras para indocumentados

0
609

Pesquisa revela que 68% desaprovam a medida

A aprovação das carteiras de motorista para indocumentados na Califórnia, um dos estados com maior número de imigrantes, tirou das sombras milhares de pessoas nesta região.

No entanto, uma pesquisa revelada nesta segunda-feira (7) indica que a iniciativa aprovada na Califórnia não poderia ser estendida a grande parte do país, pois 68 por cento dos votantes disseram opor-se ao fato de os indocumentados obterem uma carteira de motorista.

Na semana passada, o governador da Califórnia, Jerry Brown, assinou uma histórica lei estadual que autoriza este estado a conceder carteiras de motorista a imigrantes “sem papéis”, mas, apesar disto, ainda existe uma forte oposição no resto do país.

De acordo com a pesquisa realizada pela Rasmussen Reports, entre mil possíveis eleitores em todo o país, 68 por cento disseram opor-se a dar carteiras de motorista a imigrantes indocumentados em seus estados.

Segundo a pesquisa, que tem uma margem de erro de 3 pontos, somente 22 por cento afirmaram estar a favor de conceder carteiras de motorista aos indocumentados.

Outros estados, como Arizona, possuem uma lei estadual que nega as permissões de dirigir a todas aquelas pessoas que não podem comprovar uma residência legal nos Estados Unidos.

No ano passado, a governadora do Arizona, Jan Brewer, assinou uma ordem executiva negando carteiras de motorista a todos os jovens indocumentados aprovados para a deferred action pelo Governo Federal.

Esta ordem foi estendida no mês passado a todos os indocumentados que estão em processos imigratórios e que recebem autorizações de trabalho pelo Governo Federal enquanto se define seus status.

No Novo México, um dos poucos estados que concedem carteiras de motorista aos imigrantes indocumentados, a governadora Susana Martínez tentou em várias ocasiões revogar a lei estadual que lhes concede este direito, mas sem sucesso.