Mais um crime passional na comunidade

0
1013

Mulher é morta a facadas pelo marido (foto), em Tampa. Trata-se do quarto assassinato do tipo envolvendo imigrantes brasileiros nos EUA

Mais uma vez, brasileiros são notícia nas páginas policiais dos jornais da Flórida. A mineira Tatiana Barros, de 23 anos, foi assassinada a facadas no dia 28 de janeiro pelo marido, Fagner Barros Dias, no apartamento onde os dois viviam, em Tampa (a 250 milhas de Pompano Beach). Detido pelos policias, Fagner, de 24 anos, confessou o crime e foi levado para a penitenciária de Orient Road, sem direito à fiança. O assassino pode pegar prisão perpétua.
Segundo informações, o casal brigou na noite de sábado, o que resultou na saída de Tatiana do apartamento, na West Giddens Avenue. A porta-voz da Polícia de Tampa, Laura McElroy, disse que a mulher passou a noite com amigos no bairro de Town ‘N Country, mas decidiu retornar à casa no domingo para apanhar suas roupas e outros pertences. Tatiana foi morta às 11:35 am.
Ao ouvirem gritos, os vizinhos ligaram para o 911 e os policiais chegaram ao local poucos minutos depois, mas já encontraram Tatiana morta. Fagner, que trabalha na área de construção civil, estava na porta do apartamento em estado de choque e, de acordo com o boletim de ocorrência, teria dito que havia matado a própria mulher. O casal tem um filho, Thayllon, de seis anos, que está com uma tia, até que o governo (Department of Children & Families) decida o seu paradeiro.
Este é o quarto caso de crime passional envolvendo brasileiros nos EUA em menos de dois meses: Jackline de Melo foi morta por um ex-namorado brasileiro em Deerfield Beach; a paulista Patrícia Silva, de 21 anos, morreu em Long Branch, no interior de New Jersey; e, num caso semelhante ao de Tampa, a paraense Anna Kassia Pereira Jorge foi vítima do próprio marido, Ismael Pereira de Almeida.