Mais uma brasileira é vítima da violência doméstica nos EUA

0
803

Penha Quitério, de Massachusetts, foi morta em casa (foto) pelo marido, com um tiro na cabeça

Parece notícia velha, mas infelizmente não é. A enfermeira brasileira Penha Quitério, de 67 anos, foi morta pelo marido, o português Armelin Quitério, que não aceitou a separação do casal depois de 40 anos. O enredo é bem semelhante ao de outro caso recente envolvendo os brasileiros Silvia e Mizael Rosa, também de Massachusetts, só que o português se matou depois de tirar a vida de Penha.
O crime aconteceu na pequena cidade de Ludlow, distante cerca de 70 milhas de Boston. O casal foi encontrado por policiais, depois que familiares suspeitaram de algum problema devido a ausência de notícias. De acordo com as investigações, as mortes devem ter acontecido há um mês e surpreendeu até mesmo os policiais, que não costumam se deparar com crimes passionais em casais de idade mais avançada – Armelin tinha 76 anos.
Os repetidos casos de crimes envolvendo brasileiros naquela região estão fazendo com que a polícia e outras entidades de apoio aos imigrantes pensem em lançar programas específicos de conscientização para conter o problema. A pacata Ludlow não registrava mortes por armas de fogo desde o início dos anos 80.