Médico de estrelas é condenado nos EUA por tratamento anti-rugas

0
632

O médico argentino Daniel Tomás Fuente Serrano foi condenado ontem em Los Angeles a 18 meses de prisão por utilizar em seus pacientes um tratamento ilegal contra as rugas. Ele cuidava de clientes com o músico Lionel Richie e Shawn King, mulher do apresentador de televisão Larry King.

O médico, sem licença para exercer a profissão nos Estados Unidos, se declarou culpado no ano passado. Ele havia sido detido há cerca de dois anos acusado de conspiração e tráfico ilegal de substâncias, assim como prática ilegal da medicina.

A promotoria acusou o médico de injetar em seus pacientes, entre 2001 e 2004, silicone industrial, utilizado para lubrificar carros, introduzido no país de forma ilegal. Serrano misturava a substância com silicone médico e injetava o coquetel em seus clientes com o objetivo de acabar com suas rugas.

Segundo a acusação, o médico tratava seus clientes durante festas, nas quais aplicava injeções enquanto servia taças de champanhe.