MIAMI HEAT CORNER & BASQUETEBOL

0
365

Jogadores do Miami Heat pedem justiça para Trayvon

Primeiro foi o ala Dwyane Wade que postou uma foto dele usando um “hoodie”, o tipo de capa para cobrir a cabeça que está preso ao agasalho, que o desarmado Trayvon Martin, de 17 anos, morador de Miami, estava usando quando recebeu os tiros disparados pelo segurança George Zimmerman, em Sanford, também na Flórida

Depois, quando o Miami Heat foi jogar contra o Detroit Pistons no Palace of Auburn Hills, LeBron James organizou uma foto de todo o grupo usando a mesma vestimenta para demonstrar solidariedade com aqueles que estão procurando justiça contra este ato.
Nesta quinta-feira, quando o Heat enfrentou o Chicago Bulls, Zimmerman foi ouvido na corte, sob acusação de assassinato. A decisão deixou Wade e James satisfeitos a over o sistema de justiça funcionando.

Wade said, “Eu sei que para a família do menino é uma batalha diária, a cada segundo, a cada minuto. Então, com o caso chegando a um desfecho é bom para eles”, comentou Wade.

Depois da foto postada por James, muitos jogadores do NBA se solidarizaram.”Sabemos que é um trágico incidente. Estou feliz por estar numa posição de lançar uma luz sobre esta situação e nós, como time, podemos fazer o mesmo. Estamos apoiando a família do menino”, afrimou James.

Para Wade, a violência com armas atingiu sua própria família em 30 de março, uma semana depois dele ter postado a foto. Darin Johnson, de 20 anos, filho de uma de suas três irmãs, foi atingido por uma bala num tiroteio ocorrido numa loja de conveniência no lado sul de Chicago, perto de onde Wade nasceu. Wade foi para a quadra, no jogo contra Topronto com a frase “Praying for Darin” (Orando por Darin) escrita em um de seus tênis.

Em Chicago, teve a oportunidade de visita o sobrinho. “Vê-lo foi legal. Ele está bem. Está com minha mãe, o tempo todo. Estava até mesmo usando um terno. Ver que ele estava bem com a família value a pena”, concluiu Wade.