Mineira precisa da ajuda da comunidade

0
480

Maria Aparecida da Silva tem dois filhos e quer voltar para o Brasil

Há dois anos, os mineiros de Governador Valadares Maria Aparecida e Paulo da Silva desejaram viver o sonho da América. Para tanto, venderam o carro e a casa que tinham em Governador Valadares e, com o filho pequeno, enfrentaram dias difíceis na travessia pela fronteira entre os Estados Unidos e o México. Todo o esforço foi compensado pela chegada à Flórida, quando eles finalmente recomeçaram uma nova vida: ele trabalhando numa mecânica de automóveis e ela grávida do segundo menino.

No entanto, o pesadelo teve início em janeiro deste ano, quando Paulo foi parado pela polícia por excesso de velocidade, justamente numa área escolar. A infração grave, somada ao fato de que ele não tinha carteira de motorista, acabou resultando em deportação, depois de 45 dias numa prisão de Broward. Com um bebê de colo e outro filho de apenas quatro anos, Maria Aparecida foi obrigada a trabalhar em limpeza de casas para juntar um dinheiro e, com isso, reencontrar o marido em Minas Gerais. Mas não está sendo fácil.

“Tive uma gravidez problemática e o bebê está com apenas dois meses. Então, não é todo o serviço que posso fazer”, admite Maria Aparecida. Além disso, o recém-nascido ainda requer muito a atenção da mãe. Já o filho mais velho ela deixa numa escola do condado, pois a família qualificou-se para o programa ‘Head Start’, que proporciona ensino pré-escolar gratuito para os mais carentes.

E é justamente a assistente social de Broward, a brasileira Maria Morello(foto), que está arrecadando qualquer tipo de ajuda para a mineira. “Estamos pedindo o apoio da comunidade no sentido de arrecadar cerca de 900 dólares, que representam as passagens para o Brasil”, explica. Quem puder ajudar, deve entrar em contato com Maria Morello, pelo telefone (954) 531-7614.

Famílias carentes podem matricular filhos de graça em Broward

O jornal AcheiUSA já fez matéria sobre o assunto, mas nunca é demais lembrar, já que trata-se de um interessante programa voltado para família com poucos recursos financeiros. O condado de Broward oferece ensino gratuito e em tempo integral para crianças em idade escolar, desde que os pais ou responsáveis comprovem a incapacidade em arcar com as despesas de uma creche. Chamado de ‘Head Start’, o benefício atinge alunos entre três e cinco anos de idade e é aberto a qualquer família carente, independente do status imigratório.
Em virtude do corte de verbas do governo, o programa solicita da comunidade a ajuda no sentido de fornecer fraldas, fórmulas, brinquedos e roupas para as crianças. Mais informações sobre o Head Start e as formas de ajudar o programa podem ser obtidas pelo telefone (754) 321-1961. O atendimento pode ser feito em português.