Morte de brasileiro na Espanha ainda é mistério

0
398

Baiano desapareceu em 1º de janeiro e corpo foi encontrado esta semana

Victor da Silva LagoDA REDAÇÃO COM UOL – A polícia de Zaragoza, na Espanha, deve divulgar em duas semanas o resultado da autópsia no copro do brasileiro Victor da Silva Lago, de 19 anos. De acordo com fontes oficiais, o corpo do rapaz, encontrado na terça-feira (29) debaixo de uma ponte não mostrava sinais de vilolência.

Ele desapareceu no dia 1º. Janeiro e desde então família, amigos e a polícia procuravam por ele.

A Polícia Nacional encontrou o corpo do rapaz na região de Cogullada, debaixo de uma ponte. A identidade do rapaz foi confirmada pela família, embora ainda não tenha os resultados do exame de DNA.

A polícia também informou que o corpo estava em avançado estado de decomposição. Victor havia participado de uma festa em Zaragoza. A família não tinha notícias dele desde 1º de janeiro.

O desaparecimento do jovem mobilizou a polícia, os bombeiros e até a Interpol. Um drone, um tipo de aeronave não tripulada, chegou a ser utilizado para procurar pistas do rapaz.

A família também pediu ajuda pelas redes sociais para encontrar Victor. Poucos dias após o desaparecimento, cerca de 300 pessoas se reuniram às margens do Rio Ebro para procurá-lo.

Nos últimos meses, amigos e familiares realizaram manifestações para que o caso não fosse esquecido. “É impressionante que tenham achado o corpo dele justo no lugar onde procuramos”, diz Taís Lago, prima de Victor. “Tenho que agradecer a todas as pessoas que nos apoiaram.”

Victor nasceu em Salvador e vivia na Espanha desde os 8 anos. Cursava Administração de Empresas na Universidade de Zaragoza.