Histórico

New York libera carteira de motorista para indocumentados

Governador Eliot Spitzer (foto) disse que medida vai “tirar imigrantes ilegais da sombra”. Agora são nove os estados que adotaram tal lei, apesar das críticas dos conservadores

O estado de New York vai permitir que imigrantes – mesmo aqueles em situação irregular quanto à residência no país – tirem a carteira de motorista. Para isso, basta que o requerente tenha um passaporte válido ou um documento de habilitação antigo. Segundo o governador Eliot Spitzer, a medida, que entra em vigor em dezembro de 2007, tem como objetivo “tirar milhões de indocumentados da sombra e integrá-los à sociedade norte-americana”. Com isso, já são nove os estados que adotaram tal medida: além de New York, Hawaii, Maine, Maryland, Michigan, New Mexico, Oregon, Utah e Washington não exigem que os estrangeiros comprovem seu status imigratório para receber a carteira .
“Com isso, quase um milhão de indocumentados não precisarão mais se esconder e fingir que não vivem aqui” disse Spitzer. O governador criticou ainda a postura da administração Bush e admitiu que muitos dos imigrantes dirigem com habilitação falsa e sem seguro de automóveis. Na entrevista coletiva, as autoridades do governo de New York lembraram ainda que a medida vai trazer mais segurança no trânsito e mencionaram uma pesquisa que mostra que motoristas sem seguro costumam causar cinco vezes mais acidentes.
É óbvio que a decisão de New York provocou reações contrárias. O deputado republicano Randy Kuhl afirmou que a nova lei enfraquece as medidas preventivas que o governo vem adotando para evitar a entrada de terroristas no país. “A medida vai fazer com que as pessoas venham para o estado e prejudiquem os serviços sociais, escolas e hospitais”, acentuou Kuhl.