Nova lei pode criar uma “elite de imigrantes”, reclamam entidades

0
611

Defensores dos imigrantes afirmam que sistema de pontos privilegiará a minoria dos imigrantes, que tem formação superior

Da redação
Com a reforma imigratória sendo efetivamente discutida e com indícios de aprovação, a preocupação dos defensores dos direitos de imigrantes, agora, é em relação aos termos da reforma. A crítica maior tem se dirigido ao sistema de pontuação proposto pelos senadores, que pode criar uma “elite de imigrantes”, segundo acreditam.
Isso porque esse sistema daria privilégio na concessão de green cards aos imigrantes com qualificação. Ou seja, imigrantes que tenham nível educacional mais elevado do que os imigrantes têm, atualmente. A maioria teria que esperar até 15 anos para conseguir o benefício, e galgando um a um os pontos necessários para a residência.
O sistema de pontos funcionaria da seguinte forma:
Ocupação e emprego: pontuação máxima é 47

• Se desempenha uma posição que requer especialidade: 20 pontos.
• Se o trabalho está dentro da lista de ocupações com alta demana: 16 pontos
• Se o trabalho é considerado de interesse nacional: 8 pontos
• Se o empregador respalda a legalização e se o empregador permanecerá na mesma empresa: 6 pontos
• Experiência profissional: 2 pontos por cada dois anos
• Se o trabalhador tem entre 25 e 39 anos: 3 pontos.

Educação: Pontuação máxima é 28 pontos
• Título de pós-graduação ou doutorado : 20 pontos.
• Título universitário: 16 pontos.
• Título ou certificado vocacional: 5 pontos.
• Certificado de especialidade reconhecido pelo Departamento (ministério) de Trabalho: 8 pontos.
Conhecimento de inglês e cívico: pontuação máxima de 15 puntos
• Inglês como língua materna e pontuação de 75 ou superior em exames de TOEFL: 15 pontos.
• Falar e escrever em inglês, e pontuação entre 60 e 74 nos exames de TOEFL: 10 pontos.
• Aprovação no exame de cidadania do Serviço de Imigração: 6 pontos.
Laços de Família: pontuação máxima de 10 pontos
• Para cada filho cidadão norte-americano, maior de 18 anos: 8 pontos.
• Para cada filho residente legal permanente, maior de 21 anos: 6 pontos.
• Para cada solicitante de ajuste de estatus por laços familiares, antes de 1 de maio de 2005: 2 pontos.
Pontos adicionais
Pontos complementares para agricultores sob visto tipo Z: pontuação máxima 25 puntos
• Trabalhadores agrícolas com 3 anos trabalhados nos Estados Unidos ou mínimo de 150 dias trabalhados por ano: 21 pontos.
• Trabalhadores agrícolas com 5 anos trabalhados nos Estados Unidos ou mínimo de 100 dias por ano: 23 pontos.
Agricultor amparado por empregador: pontuação máxima 15 pontos
• Se conta com respaldo do empregador tem direito a 1 ponto por cada ano trabalhado.