Novo Sheriff de Broward quer manter boa relação com a comunidade brasileira

0
475

Al Lamberti vai visitar a Primeira Igreja Batista ainda em setembro

O Condado de Broward tem um novo sheriff. Ele é Al Lamberti, um policial veterano que há 29 anos serve a corporação. Lamberti assumiu o cargo vago desde a renúncia de Ken Jenne e além de ser efetivado para cumprir o mandato de seu antecessor, até 2008, deve concorrer às eleições para um novo termo a partir de então. Pelo menos isso foi o que deu a entender o governador da Flórida, Charlie Christ, que indicou o nome do novo sheriff. Lamberti deve se encontrar em breve com lideranças brasileiras, já que nossa comunidade tem uma forte presença no condado. O pastor Silair Almeida, por exemplo, vai recebê-lo ainda este mês na Primeira Igreja Batista, para uma apresentação formal.
Lamberti foi chefe de polícia em North Lauderdale e em Hollywood e exerceu ainda o comando da South Patrol Region, responsável pela segurança de áreas importantes no sul do estado, como o Porto Everglades e o Aeroporto Internacional de Fort Lauderdale. Antes, passou por vários estágios na carreira, sempre atuando em casos importantes, especialmente na divisão de crime organizado. O sheriff, de 54 anos, chegou à agência de Broward em 1977 e é considerado pelos colegas um policial de rua, daqueles que preferem ir atrás dos fatos a permanecer no conforto de um gabinete.
Ao ser perguntado sobre os planos para sua estão, Lamberti revelou suas três prioridades: “A segurança da população de Broward, o bem-estar da corporação e o bom funcionamento do Sheriff’s Office”. Numa demonstração de que pretende mudar o estilo de condução dos trabalhos na polícia local, ele enfatizou que a agência não se resume a uma pessoa, mas a seis mil membros que lá atuam. “Está na hora de devolver a corporação aos seus verdadiros donos, ou seja, os moradores de Broward”, alfinetou Lamberti.
Como uma das lideranças mais latentes da forte e numerosa comunidade brasileira, o pastor Silair já foi procurado pelo novo sheriff. “Ele viria à nossa igreja no domingo, dia 16 de setembro, mas os recentes acontecimentos envolvendo a polícia do estado acabaram impedindo a visita. Mas ainda este mês ele pretende se apresentar aos brasileiros e dizer que a corporação continuará atendendo nossos pleitos”, disse o pastor.
A posse de Lamberti acontece num momento delicado para o Broward Sheriff’s Office: além do escândalo envolvendo Ken Jenne e da disputa política por este cargo, a delegacia ainda está sofrendo com o assassinato do sargento Chris Reyka, ocorrido há mais de um mês e que prossegue sem solução. Mesmo assim, Lamberti, graduado pelo FBI, casado e pai de três filhos, insistiu em dizer que tudo está funcionando dentro da normalidade.