Novo texto de reforma imigratória chega ao Senado

0
799

Senadores pró-imigrantes abriram mão de alguns pontos do projeto para tentar reavivar os debates nesta semana

Da redação
Um resumo das emendas aprovadas nas duas primeiras semanas de debates, mais algumas novas propostas devem ser a essência do novo texto de reforma imigratória, apresentado no Senado na manhã de ontem, segunda-feira. Após duas semanas de embate, com o projeto parado na Casa legisladora, senadores de ambos os partidos – democratas e republicanos – reescreveram o texto da reforma e há a possibilidade do projeto voltar ao plenário ainda esta semana. A decisão sai até quinta-feira.
O ‘novo projeto’ inclui proposta dos senadores Jon Kyl, (R-Arizona) e Lindsey Graham (R-South Caroline) para a criação de um fundo de 4,4 bilhões de dólares para o reforço da segurança na fronteira. Essa verba virá das multas e taxas de processos pagas pelos imigrantes. Outro ponto crítico da proposta, que causou o estancamento dos debates, diz respeito à prioridade dada aos imigrantes ilegais frente aos processos patrocinados por cidadãos americanos. Senadores negociam a inclusão de mais direitos aos imigrantes que aplicam para legalização antes de entrar no país. É o caso dos vistos de trabalho e vistos para parentes de cidadãos norte-americanos, que esperam autorização da imigração para entrar nos Estados Unidos.
No novo texto de reforma o senador Kay Bailey Hutchison (R-Texas), propõe que os imigrantes tenham que deixar o país antes de se legalizar e o senador Robert Menendez (D-New Jersey), apresentou emenda para garantir aos imigrantes o direito de reunificação familiar.
Essa semana é considerada crucial para a reforma. Especialistas acreditam que, caso não volte ao plenário até o feriado de 4 de julho, o projeto não será aprovado neste ano fiscal.

Acompanhe a votação ao vivo pela C-Span

Leia na íntegra o texto da Reforma Imigratória

Matérias Relacionadas

Sistema de pontuação pode favorecer imigrantes asiáticos e da América do Sul

Reforma pode agregar o plano Dream Act

Senado mantêm o Guest Worker Program

Senado volta “morno” do feriado

Maioria dos americanos apóia legalização de imigrantes ilegais

Mais três emendas à reforma serão votadas