O mal do terceiro milênio

0
826

Estudo mostra que cigarro mata seis pessoas por segundo no mundo

Se você é daqueles que pensa que o cigarro não faz tão mal à saúde, um estudo divulgado pela Organização Mundial de Saúde certamente vai mudar o seu ponto de vista: o fumo mata seis pessoas a cada segundo e o hábito está associado a 90% dos casos de câncer de pulmão e a outras 50 doenças. Apesar de todas as campanhas antitabagismo, a perspectiva de mortalidade por problemas ligados ao uso do tabaco em 2010 é de 10 milhões de pessoas – ou seja, o cigarro mata mais do que qualquer guerra.

Outra má notícia dada pela OMS é sobre os efeitos da fumaça do cigarro para quem não fuma. O estudo mostrou que os fumantes passivos estão cada vez mais propícios a doenças respiratórias e que o cigarro faz mal até apagado: os especialistas estão convencidos que até o cheiro do tabaco é tóxico. Como se não bastasse, em mulheres grávidas, o cigarro causa partos prematuros e o nascimento de crianças com peso abaixo do normal.

A indústria farmacêutica tem faturado com o vício do cigarro: existem centenas de produtos que oferecem pequenas doses de nicotina (a substância que causa dependência), livres de outros ingredientes tóxicos do tabaco, como adesivos, chicletes e sprays nasais, que somente devem ser utilizados a partir de orientação médica. Mas ao ler o estudo da OMS, o fumante deveria ter mesmo é força de vontade para ficar livre das terríveis consequências para a saúde que o cigarro provoca.