O pôr-do-sol em Key West

0
5839
Fort Jefferson
Fort Jefferson

Um programa imperdível na cidade de Key West , bem lá ao sul da Flórida, é o espetáculo diário do pôr-do-sol. Os turistas vão para a Praça Mallory, que é cheia de bares charmosos, duas horas antes do pôr-do-sol, para tomar umas e outras e ver as apresentações musicais e shows circenses. E depois, esticam a noite por lá mesmo.

Claro que fiz o mesmo, há pouquíssimo tempo atrás, e tirei lindas fotos, como vocês veêm aqui. As praias são estreitas, com muitas pedras, mas a areia é branca e o mar tem o mesmo tom azul piscina do Caribe. Key West é uma ilha, a última do arquipélago Florida Keys, e a cidade de Key West fica nesta ilha. Para chegar até lá, passamos por uma estrada lindíssima, quase toda construída em pontes acima do mar. O visual já vale pela ida até Key West. Deslumbrante! Fui conhecer o Forte Zachary Taylor, que está ao lado da melhor praia de Key West, porque tem uma bem montada estrutura com jardins, banheiros, chuveiros, bar e lanchonete, churrasqueiras e um mar de águas calmas e transparentes, sem ondas, mas fria, gelada esta época do ano.

A principal rua de Key West é a Duval Street, onde estão os melhores restaurantes, bares, lojas e lounges com música ao vivo, como um que eu fui e todo mundo estava dançando animadamente. Eu,inclusive!

Na rua Duval tem lojinhas interessantes, e todo mundo fica andando para lá e para cá. Uma loja fantástica é uma que só vende charutos, porque Key West fica somente a 90 milhas de Cuba e os donos querem passar a impressão de que os charutos vêm de lá… Duvido-de-odó! Primeiro, porque os charutos cubanos são proibidos de entrar nos EUA, por causa do embargo comercial. Segundo, porque se existe uma coisa falsificada é charuto cubano! E quem falsifica melhor é o próprio cubano, sabiam? Eles colocam no tabaco verdadeiro para dar consistência de folha de bananeira, caroço de azeitona, até jornal y otras cositas más… Aí, mandam para a República Dominicana que coloca rótulo de produto dominicano e vendem para os EUA.

Aqui mesmo no Brasil a estimativa de charuto cubano falso vendido como legítimo é de 80%! Pasmem! Tem aficionado do charuto por aqui que nunca fumou um cubano original…E ainda acreditam que os “charutos cubanos” que compram baratos têm este preço porque foram “desviados” das fábricas cubanas. E os outros 20% devem ser “made in Paraguai”…Maldade, gente.

Entrei na loja, que aliás é muito interessante e cheirosa, prateleiras exibindo os “puros cubanos” travestidos de dominicanos, segundo o vendedor. Lá, tirei esta foto das caixas de fósforos com a imagem de um galo e uma galinha, animais que se veêm andando soltos por toda Key West. Achei incrível, parecia que a gente estava na roça. Aí, perguntei para um local, o motivo desta coisa esdrúxula e ele me contou que Key West sempre tem muitos escorpiões e os galináceos pegam e comem estes animais peçonhentos. Cruzes!!! Confira as fotos dessa maravilhosa cidade.