Obama defende Comunidades Seguras

0
815

Mesmo preocupado com o elevado número de deportações, o presidente acredita que o programa tem cumprido seus objetivos

O presidente enfatizou que programas como Comunidades Seguras (S-Comm) estão sendo avaliados constantemente. Segundo ele, “o ICE colocou mais direcionamento aos agentes no campo. Isto não significa que isto tenha sido realizado totalmente a nível operacional. Pode ser que ainda haja situações em que estejam deportando pessoas acusadas de dirigir sob influência de álcool ou com infrações menores de tráfego.Mas no geral a direção para a qual estamos indo é a de priorizar os crimes mais sérios”, explicou o chefe de Estado.

“Quanto maios atenção for posta neste enfoque, mais efetivo será o programa. O desafío é que se trata de um órgão disperso e grande, com muitos agentes espalhados pelo país. Penso que o ICE está enfocado em mudar a cultura para se concentrar nestas novas prioridades”, assegurou.

Obama aproveitou também a oportunidade para efetuar uma crítica aos esforços dos demócratas, quando se fala de imigração. “Não se coloca pressão naquilo que podem fazer os republicanos quando se trata de uma reforma imigratória”, protestou.

Sobre a reeleição, Obama reconheceu ter fé nos votantes hispânicos. “A eleição do próximo ano se baseará em qual visão do país é a melhor. Preferimos uma que continue expandindo as oportunidades para os jovenes irem à universidade, que esteja investindo nos empregos, que acredita em uma reforma imigratória, que pensa no equilíbrio de nosso orçamento de maneira justa ou a visão republicana. Acho que nos sairemos bem”, prognosticou.

E insistiu que está disposto a continuar falando sobre a necessidade de uma reforma imigratória consistente e do Dream Act, pontos que, em sua opinião, nenhum candidato republicano defenderá.