Obama insiste na reforma imigratória

0
504

Presidente pediu que legisladores hispânicos não esmoreçam

Nem mesmo o fracasso na tentiva de aprovar o Dream Act no Senado fez com que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, desistisse da ideia de aprovar a reforma imigratória. Para ele, o novo Congresso, com menos parlamentares democratas e mais republicanos, deve estabelecer como uma de suas prioridades as mudanças na lei para favorecer os mais de 10 milhões de indocumentados no país.

A afirmação foi feita durante um reunião com parlamentares de origem hispânica, num dos últimos compromissos de 2010. Não podemos perpetuar um sistema de imigração falido, que não funciona e nem atende às nossas necessidades, disse o presidente. Com ele estavam os deputados Luis Gutiérrez, Xavier Becerra, Nydia Velázquez e Charlie González, além do senador Robert Menéndez.

A reforma imigratória foi uma das principais promessas de Obama ao chegar à Casa Branca, mas a iniciativa fracassou. As perspectivas para 2011 não são boas, até porque a Câmara dos Representantes agora terá maioria republicana, cujos políticos são abertamente contrários ao que chamam de anistia aos indocumentados e só querem discutir o tema depois de o governo promover a efetiva segurança da fronteira.

Mesmo assim, o presidente não desanima e já agendou com os parlamentares uma nova reunião ainda este mês para traçar uma estratégia e incluir a reforma na pauta do Congresso.