Obama manda rever política de deportações

0
731

Secretário de Homeland Security, Joh Johnson, diz que avalia plano para deportar só os que tenham cometido crimes mais graves

Jeh Johnson
Jeh Johnson avalia a possibilidade de diminuir as deportações

O secretário de Segurança Nacional (Homeland Security), Jeh Johnson, está avaliando a possibilidade de diminuir o número de deportações de imigrantes vivendo ilegalmente nos Estados Unidos, informou a AP. Seriam poupados os imigrantes que não tiverem cometido crimes mais graves. Johnson está revendo a política de deportações de seu departamento sob ordens diretas do presidente Obama

As mudanças serviriam para proteger as dezenas de milhares de imigrantes que são retirados do país anualmente apenas por violação das leis imigratórias, como tentar a reentrada no país depois de uma deportação, por exemplo.

O plano foi confirmado pelo ex-diretor do ICE (U. S. Immigration and Customs Enforcement), John Sandweg, e outra autoridade ligada ao movimento pelos imigrantes que quis permanecer anônimo.

A revisão da política nacional de deportações acontece num momento em que o presidente Obama se vê pressionado pelos grupos de apoio ao imigrantes para suspender ele próprio o andamento das remoções. Ainda assim, Obama insiste que pouco pode ser feito sem uma legislação que passe pelo Congresso.

A reforma integral que passou no Senado no ano passado continua estagnada na Câmara (House of Representatives), bloqueada pela bancada republicana, que argumenta falta de confiança em Obama para a aplicação da lei.

Líderes religiosos encontraram-se com o presidente na semana passada, e disseram que o presidente ordenaria que o seu governo tomasse medidas antes do recesso da agosto no Congresso. Enquanto isso, esses mesmos líderes juntam-se aos parlamentares democratas da Câmara para pressionar os republicanos a votar novas leis de imigração para o país.