Oscar Pistorius é indiciado por assassinar a própria namorada

0
514

O paratleta Oscar Pistorius foi indiciado pela polícia de Pretória, na África do Sul, por assassinar a namorada, a modelo de 30 anos Reeva Stenkamp. Em depoimento, o atleta confirmou que foi o autor dos disparos. A princípio, a informação era que ele teria confundido a namorada com um ladrão, quando ela preparava uma surpresa para ele no Dia dos Namorados, comemorado nesta quinta-feira (14). No entanto, a polícia desmentiu e afirmou que em nenhum momento Pistorius teria alegado a confusão com um intruso em sua residência.

Reeva Stenkamp foi morta com quatro tiros, que atingiram sua cabeça e um dos braços. A polícia encontrou a pistola 9mm na casa de Pistorius, que foi preso. Após depoimento, o paratleta foi oficialmente indiciado por homicídio. Como foi detido logo após o incidente, teve negado pagamento de fiança, o que fará com que ele fique preso até o julgamento.

A policial Denise Beukes informou haver testemunhas que já foram ouvidas e confirmaram que houve episódios de brigas do casal em outras oportunidades. Estamos falando de vizinhos e pessoas que ouviram algo no início da noite e quando os tiros foram disparados, explicou Beukes.

Pistorius tem 26 anos e tornou-se famoso por ter sido o único velocista biamputado a disputar a Olimpíada de Londres-2012, tendo chegado às semifinais dos 400m rasos. Na Paralimpíada, o brasileiro Alan Fonteles surpreendeu o favorito sul-africano nos 200m rasos e conquistou a medalha de ouro. Mas Pistorius manteve seu status nas provas de 400m e 4x100m, quando ficou com a medalha dourada.