Pedidos de auxílio-desemprego recuam nos EUA

0
585

Índice recuou em 20 mil na última semana

Um dos principais indicadores da crise começa a dar sinais de recuperação. O número de norte-americanos com novos pedidos de auxílio-desemprego caiu na semana passada em 20 mil, para um número ajustado sazonalmente de 654 mil na semana passada, ante dado revisado para cima de 674 mil na semana anterior. Os pedidos iniciais estão sendo monitorados de perto por investidores, em busca de pistas sobre quando a recessão vai acabar.

“As coisas ainda estão difíceis, e estou muito pessimista sobre as perspectivas de uma recuperação duradoura”, disse uma estrategista-chefe de mercados de New Jersey. O motivo do desânimo é que o déficit comercial do país diminuiu 28,3% em fevereiro, para o menor patamar desde novembro de 1999, à medida que as importações recuaram e as exportações tiveram apenas leve crescimento.