Pembroke Pines derruba construção de presídio do ICE em Southwest Ranches

0
270

Moradores de Southwest Ranches e defensores dos imigrantes indocumentados comemoraram a desistência do governo e da CCA em construir um presídio no local

Joselina Reis

O governo federal americano desistiu de construir o Centro de Detenção para Imigrantes Ilegais em Southwest Ranches (SWR), no condado de Broward. A prisão que teria capacidade para 1500 detentos foi alvo de muitos protestos de moradores do local que temiam pela segurança, queda no valor das propriedades e excesso de tráfego. A pressão fez com que o U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) voltasse atrás no plano e, temporariamente, não apresentasse nenhuma outra alternativa para o problema.

As coisas começaram a perder força em junho quando Pembroke Pines revogou o contrato que ofereceria o serviço de água, esgoto e serviço de corpo de bombeiros para a empresa privada Corrections Corporation of America (CCA). A empresa é proprietária de um terreno de 24 acres localizado no leste da US 27 entre Sheridan Street e Stirling Road em SWR, desde a década de 90. Na época, o Governo Federal já tinha planos para uma obra semelhante para presos comuns, mas o projeto não foi adiante, e com o número de deportações aumentando ano a ano o ICE decidiu mudar o foco do projeto.

Bill di Scipio, que mora na região, criou um website para manter a população informada sobre o assunto, comemorou a decisão do governo.
“Isso foi um alívio”, conta. Ele lembra que o mercado de imóveis na região sentiu um queda drástica com a midia negativa sobre a construção do presídio. Ele também contou que alguns politicos favoráveis à construção reclamaram da movimentação dos moradores. “Eles (politicos) não se interessam pelo problema imigratório ou os moradores da região. Eles visam o dinheiro que iria entrar para as duas cidades”, argumenta.

Os políticos da região estavam entusiasmados com a possibilidade de arrecadar até $ 1,5 milhão ao ano em receita para os cofres municipal e estadual, além de gerar novos empregos. O presídio seria um abrigo provisório para imigrantes ilegais aguardando processo de deportação.

O centro, se fosse construído em SWR, seria o maior no sul da Flórida. O presídio destinado a imigrantes ilegais em Miami Dade possui 581 vagas, o de Pompano Beach, 700 camas. Ano passado, segundo levantamento do ICE, divulgado pela imprensa, quase 400 mil imigrantes ilegais foram deportados. A expectativa é que esse número aumente nos próximos anos.

Briga continua

O projeto foi cancelado pelo ICE, mas as cidades de Pembroke Pines, Southwest Ranches e a empresa privada CCA devem manter uma briga na justiça pelas perdas financeiras. O projeto estava em discussão desde 2005 com autoridades locais. A CCA está processando a cidade de Pembroke Pines pelo cancelamento do contrato que ofereceria água, esgoto e corpo de bombeiros.

Outro processo judicial será entre SWR e Pembroke Pines. O prefeito da cidade de Southwest Ranches Jeff Nelson culpa a cidade vizinha pela decisão do ICE em cancelar o projeto.

Mesmo com o projeto suspenso pelo ICE, a empresa privada CCA afirmou, em comunicado à imprensa, que vai continuar a construção de infraestrutura no local. A empresa, especializada em administração de presídios, ainda tem planos para usar o terreno.